conecte-se conosco

Economia

TRT bloqueia R$ 38 milhões do Rio para pagar indenização a agentes de saúde

Publicado

Fachada TRT arrow-options
Reprodução/Facebook

Decisão foi do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ)

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) decidiu em audiência de conciliação hoje (17) determinar o arresto de R$ 38 milhões das contas bancárias de titularidade do município do Rio de Janeiro. A ação foi movida pelo Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Município do Rio e mais oito sindicatos devido à demissão de 1.500 agentes comunitários que trabalhavam nos hospitais públicos da prefeitura geridos pelo Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas).

Leia também: Suspeitos pela morte do pai, filhos de Flordelis devem ter prisão prorrogada

Os agentes reivindicam o pagamento dos salários e a apresentação dos Termos de Rescisão do Contrato de Trabalho do pagamento das rescisões contratuais de todos os substituídos, que incluam salários, aviso prévio, 13º salário e demais direitos trabalhistas.

Os agentes comunitários de saúde prestavam serviços nas Clínicas de Família do município e foram comunicados da dispensa no dia 30 de junho. O Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde foi desqualificado pelo Grupo de Trabalho Permanente de Qualificação e Desqualificação de Organizações Sociais, vinculado ao município do Rio de Janeiro , deixando de ser o gestor das unidades de saúde .

Leia mais:  Executivo brasileiro preso no Japão pagará US$ 1 milhão para encerrar ação civil

Em março deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio suspendeu o direito da organização social de participar de novas licitações por dois anos.

Antes, no dia 6 de junho, os servidores, considerando a possibilidade concreta de demissões em massa, decidiram em assembleia decretar uma greve por unanimidade devido ao eminente risco de não pagamento de direitos trabalhistas.

Leia também: ‘Vaza Jato’ não tem “prova efetiva” de que Moro foi parcial com Lula, diz PGR

A prefeitura do Rio informou que vai recorrer da decisão da Justiça do Trabalho. A Procuradoria-Geral do Município entende que o bloqueio de recursos públicos é indevido porque foi feito para pagar dívidas da Organização Social Iabas e não da prefeitura.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

TCU pede esclarecimentos ao BNDES sobre auditoria de R$48 milhões

Publicado

source
BNDES arrow-options
Arquivo/Agência Brasil

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social


O Tribunal de Contas da União (TCU) pediu nesta sexta-feira (24) esclarecimentos ao BNDES a respeito da contratação de uma auditoria para investigar contratos do banco público com a empresa J&F, controladora da JBS . Em despacho, o ministro Augusto Sherman deu à estatal 20 dias para enviar esclarecimentos. Também nesta sexta, o Ministério Público junto ao TCU (MP-TCU) entrou com uma representação solicitando que a corte investigue o contrato.

O serviço foi realizado pela consultoria Cleary Gottlieb Steen & Hamilton LLP e custou R$ 48 milhões, mas não encontrou qualquer irregularidade. A investigação foi iniciada em 2018, ainda no governo do ex-presidente Michel Temer . Desde que assumiu o cargo, o presidente Jair Bolsonaro vem cobrando da gestão do banco que abra o que chama de “caixa preta” do BNDES .

Leia também: “São caras mesmo”, diz presidente do BNDES sobre auditoria de R$48 milhões

O custo da auditoria foi reajustada duas vezes nestes dois anos. Inicialmente, a investigação custaria ao banco US$ 6 milhões (ou, na cotação atual, cerca de R$ 25 milhões), praticamente metade do valor final.

Leia mais:  Executivo brasileiro preso no Japão pagará US$ 1 milhão para encerrar ação civil

No despacho, que não é público mas teve o seu teor confirmado pelo TCU , Sherman pede que o BNDES dê detalhes sobre a contratação do serviço, “em especial quanto à sua economicidade”, informou a corte em nota. Após a emissão do despacho, o MP-TCU entrou com a representação para que a corte investigue a contratação do serviço.

Antes do TCU , outras instituições já haviam questionado a contratação da auditoria. Na quarta-feira, a Organização dos Advogados do Brasil ( OAB ) também pediu esclarecimentos ao banco de fomento sobre os custos da investigação. Procurado, o BNDES ainda não retornou.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Boeing transmite ao vivo primeiro voo do 777X; veja o vídeo

Publicado

source
boeing arrow-options
Boeing Divulgação

Voo inaugural do novo modelo da Boeing acontece nesta sexta-feira

A Boeing realiza nesta sexta-feira (24) o voo inaugural do novo modelo 777X.  O modelo está em fase de testes no Estados Unidos e vai atuar no mercado de aeronaves de longo alcance.

Embraer estende folga de funcionários e preocupa sindicato

 O avião sairá em seu primeiro voo de Everett, no Estado de Washington, Estados Unidos. A empresa transmite ao vivo o lançamento, assista:


Durante o voo inaugural, os aviões são submetidos a uma bateria de testes para verificar seu comportamento e garantir que cumprem as condições de segurança.

O 777X

O Boeing 777X conta com duas opções de aeronaves, a 777-8X e a 777-9X. A primeira tem 350 assentos, duas classes e alcance de 15 mil quilômetros.

Já o 777-9X tem 76,7 metros de comprimento , pode receber até 450 passageiros, duas classes e autonomia para um voo de 13,2 mil km.

O novo modelo já conta com cerca de pedidos de 340 unidades, principalmente de grandes companhias aéreas, como Emirates, Lufthansa, Cathay Pacific, Singapore Airlines e Qatar Airways.

Leia mais:  Dólar volta a fechar acima de R$ 4 e Bolsa cai mais de 1% com cenário externo

Seu objetivo é competir diretamento com o A350 do concorrente da Boeing europeu Airbus.

Espera-se que o 777X consolide o domínio da Boeing sobre a Airbus no mercado de longa distância.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana