conecte-se conosco

Esportes

Tite explica Neymar no banco em derrota do Brasil e nega privilégios ao atleta

Publicado

Neymar começou o amistoso diante do Peru no banco de reservas e entrou no 2º tempo arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Neymar começou o amistoso diante do Peru no banco de reservas e entrou no 2º tempo

Diante do Peru, o Brasil jogou o primeiro tempo com um time alternativo na madrugada desta quarta-feira. Sem Neymar, Daniel Alves e outros dos principais jogadores do elenco, a seleção brasileira acabou sendo derrotada no amistoso realizado em Los Angeles por 1 a 0 .

No caso de Neymar , a entrada em campo aconteceu somente com a bola rolando no segundo tempo. Ao ser questionado, o técnico Tite explicou. De acordo com o comandante, a seleção precisa aprender jogar sem os melhores jogadores tecnicamente.

“Foi Neymar, foi Dani, foi Thiago, foi Arthur. Temos que saber jogar sem as pilastras técnicas da equipe, as pilastras de liderança, de capitania, de liderança comportamental. Eu não consigo tirar conclusões sem botar para jogar. Temos que responder enquanto equipe também. Mas teve (uma condição física), sim”, afirmou o treinador em entrevista após a partida.

Leia também: Neymar é o terceiro melhor jogador nos games Fifa 20 e PES 2020

“Todos os cartões e acontecimentos extracampo são analisados individualmente, coletivamente ou até mesmo nos dois âmbitos. Posso garantir que nós, da comissão técnica, sempre pensamos na saúde dos atletas e não vamos escalar quem não estiver 100%”, comentou.

Leia mais:  Por onde anda Perdigão, o “jogador raiz” que foi campeão mundial?

Tite disse ainda negou que não exista algum tipo de previlégio a Neymar na seleção. “Ele também passa pela mesma avaliação. Eu acredito que a seleção nos dá a oportunidade de orientá-lo nas áreas que nos são competentes. Não sou eu que vou decidir o que é o certo ou errado para ele. A gente procura sempre desenvolver situações que vão beneficiar os dois lados. Se conversasse com ele a respeito do momento que ele está enfrentando, não contaria para ninguém. Isso é uma coisa pessoal”, completou.

Gramado ruim

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA

Outro ponto abordado por Tite durante a coletiva foi o estado do gramado – também criticado pelos jogadores na saída de campo e na zona mista. O amistoso do Brasil diante do Peru foi disputado no Memorial Coliseu, em Los Angeles, nos Estados Unidos, estádio de futebol americano, adaptado nesta quarta para um jogo de futebol. O técnico da Seleção Brasileira detonou o estádio, afirmando não ser possível jogar futebol de alto nível nestas condições. 

“Está errado, o gramado influencia no desempenho, não pode acontecer. Corre risco de lesão. Não é desculpa da derrota, não quero colocar isso. Não peguem só uma parte do que estou dizendo. Tem que matar no peito, assumir a derrota. O adversário montou estratégia e ganhou. Mas futebol de alto nível não pode acontecer. Está ligado também à Argentina e Chile (jogaram na semana passada no mesmo estádio). Não pode ter campo nessas condições. Vai ter escanteio, vai ter contato com adversário e vai parar na arquibancada”, comentou.

Leia mais:  Relembre campeonatos em que o campeão foi definido na última rodada

Leia também: Neymar troca sopapos com jogador colombiano na frente do árbitro; assista

“As pessoas responsáveis, a empresa, também tenho minha responsabilidade, antes conversei com Juninho (diretor de Seleções da CBF). A Pitch (empresa organizadora) precisa cuidar disso, sim. Tem que ter um campo melhor para jogar. Não pode ter um campo desse, não dá para ter um espetáculo num gramado desse. Dá para jogar soccer, dá para jogar de tênis. A gente teve três primeiras bolas que fomos inverter, foram três bolas longas porque não teve precisão. Não é desculpa para a derrota, porque foi para os dois. Mas que um busca mais jogar e outro busca contato, tem uma diferença”.

O Brasil volta a campo ainda neste ano para mais amistosos em Datas Fifa. Estão programados dois para outubro, entre os dias 7 e 15, e dois para novembro, entre 11 e 19. Os adversários e locais destas quatro partidas antes do fim de 2019 ainda não foram confirmados pela CBF.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Willian elogia Flamengo e Palmeiras e fala sobre possível volta ao Brasil

Publicado

Willian no Chelsea arrow-options
Divulgação

Willian é jogador do Chelsea, da Inglaterra

Flamengo e Palmeiras, atualmente líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro, são os dois times do país que mais investiram em contratações nas últimas temporadas, incluindo jogadores com passagens pela seleção brasileira, o que chamou a atenção do meia Willian, do Chelsea, que elogiou os clubes.

Leia também: Jorge Jesus diz que treinadores brasileiros estão ultrapassados

“Muitos jogadores estão voltando a jogar no Brasil. Jogadores importantes, que atuaram em grandes clubes na Europa. No Flamengo , os dois laterais de seleção brasileira (Rafinha e Filipe Luís), o time todo muito bom. Palmeiras também com um time muito bom, vários outros clubes bons, com jogadores voltando”, disse Willian em entrevista aos canais ESPN.

Apesar dos elogios, o camisa 10 da seleção brasileira na conquista da Copa América de 2019 afirmou que ainda não pretende retornar ao futebol do país.

“A gente nunca sabe o futuro, o que pode acontecer. Mas esse não é meu objetivo, por enquanto. Espero poder continuar por muito mais tempo aqui na Europa”.

Leia mais:  Seleção feminina dos Estados Unidos bate recorde histórico de vendas na Nike

Leia também: Valdivia detona Alexandre Mattos nas redes sociais: “Gordo safado”

Revelado pelo Corinthians, Willian joga no futebol europeu desde 2007, quando trocou o Timão pelo Shaktar Donetsk, da Ucrânia. Em 2013, após uma passagem curta pelo Anzhi Makhachkala, da Rússia, o meia se transferiu para o Chelsea , onde atua até os dias de hoje.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Varane diz que rumor de Neymar no Real atrapalhou: “Perdemos o foco”

Publicado

A possibilidade de Neymar ter acertado com o Real Madrid na última janela de transferências da Europa, que encerrou em 2 de setembro, perturbou o elenco madrileno. Foi o que afirmou o zagueiro Raphael Varane. Em entrevista ao jornal francês “Le Parisien”, o defensor admitiu que o rumor fez com que os atletas do time espanhol perdessem o foco no início da temporada 2019/2020.

Leia também: Após volta ao PSG, Neymar é flagrado dançando hit de forró; assista

Raphael Verane arrow-options
Reprodução/Instagram

Raphael Verane


“Houve muito ruído, mas no clube não falávamos muito sobre isso, pois estávamos concentrados no início da temporada. A cada dia surgia muitas notícias e acabamos perdendo um pouco o foco”, disse ele sobre os rumores envolvendo Neymar.

Leia também: “Neymar se agiganta”: atacante é chamado de gênio na imprensa europeia

Varane afirmou que sempre esteve prudente aos rumores sobre a saída de Neymar do Paris Saint-Germain e a chegada dele ao Real Madrid . O zagueiro explicou que só acredita em negociações acertadas e não em supostas contratações.

“Lido sempre com esse tipo de rumores. Sou muito prudente e, enquanto uma negociação não estiver concluída, eu tenho sempre um pé atrás’, falou ao diário.

Leia mais:  Seleção feminina dos Estados Unidos bate recorde histórico de vendas na Nike

Leia também: Neymar diz que queria sair do PSG e dispara: “Não preciso que gritem meu nome”

Neymar tentou sair do PSG e retornar ao Barcelona, algo que não aconteceu. Ao mesmo tempo, o pai do jogador tentou negociá-lo com o Real Madrid, o que também foi em vão, já que o time francês exigiu pelo menos 300 milhões de euros para vender o craque brasileiro.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana