conecte-se conosco

Esportes

Pouco inspirado, Brasil perde por 1 a 0 para o Peru em amistoso nos EUA

Publicado

Lance

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA

De dar sono. O Brasil entrou em campo na madrugada desta quarta-feira e foi derrotado pelo Peru por 1 a 0 – gol de Abram, no fim. As seleções duelaram em Los Angeles, nos Estados Unidos, em um jogo bem fraco tecnicamente – muito pela falta de disposição dos jogadores de ambos os lados, até por não terem iniciado o amistoso com suas forças máximas. Foi apenas a quinta vitória dos peruanos sobre os brasileiros na história, por sinal. Time de Tite ficou devendo.

Leia também: CR7 faz quatro e Portugal atropela Lituânia pelas eliminatórias da Eurocopa

Vale destacar, inclusive, que este amistoso foi o reencontro de Brasil e Peru após a final da Copa América – conquistada pelos brasileiros. A seleção brasileira volta a campo ainda neste ano para mais amistosos em Datas Fifa. Estão programados dois para outubro, entre os dias 7 e 15, e dois para novembro, entre 11 e 19. Os adversários e locais destas quatro partidas antes do fim de 2019 ainda não foram confirmados pela Confederação Brasileira de Futebol.

EFEITO HORÁRIO?
O jogo começou à 0h no horário de Brasília. Tudo bem que na hora local, em Los Angeles (EUA), são quatro a menos, mas os jogadores do Brasil e do Peru entraram em campo dormindo, com pouca disposição e criatividade no meio de campo. Talvez o horário não seja forte como argumento para os desempenhos aquém do esperado… Tanto que na parte inicial do primeiro tempo, pouca efetividade pode ser vista. Os peruanos chegaram a tentar com Tapia, enquanto os brasileiros foram ao ataque com David Neres – após jogada louvável de Roberto Firmino, com Advíncula evitando no momento exato.

Leia mais:  Com português na liderança, veja top 10 de contratações mais caras desta janela

DESPERTADOR FUNCIONA
Na segunda parte do primeiro tempo, os jogadores enfim despertaram e passaram a buscar a bola, alternando a movimentação ofensiva e com a criação funcionando – mesmo que aos poucos. Aos 23, o Peru quase abriu o marcador com Advíncula, mas Ederson caiu bem para fazer a defesa. No lance seguinte, Richarlison tabelou com Firmino e mandou forte, com a bola tirando tinta da trave. Até o intervalo, apenas uma outra chance merece ser destacada – aos 43, com Richarlison novamente, obrigando Gallese a espalmar para fora. A etapa inicial acabou empatada sem gols.

MELHORA COM NEYMAR
Depois de um time alternativo no primeiro tempo, sem Neymar , Tite colocou a estrela do Brasil em campo na etapa final. Existiu uma melhora nítida na formação e qualidade da Seleção, apesar da falta de efetividade seguir prejudicando na hora da chegada ao gol. Allan arriscou aos quatro, Philippe Coutinho aos oito, David Neres aos 17… Com Neymar aos 19, em um bom contra-ataque… Richarlison ainda tentaria na metade do segundo tempo, mas mesmo com esta melhora com a entrada de Neymar, não estava sendo o suficiente. E pagaria caro pouco tempo depois…

Leia mais:  Palmeiras vence Atlético-MG e assume a liderança do Campeonato Brasileiro

‘REVANCHE’ PERDIDA
Com o desenrolar do amistoso, chegando aos minutos finais, o Peru, que perdeu a final da Copa América deste ano justamente para o Brasil, passou a ser mais efetivo no ataque, aproveitando alguns espaços deixados pelos comandados de Tite, considerando-se como uma “revanche” para eles – que acabaram se dando a melhor. Aos 39 minutos, após cobrança de falta de Yotún, Abram subiu mais alto, em falha de Militão e Ederson, para fazer o gol da vitória peruana – e consequente derrota do Brasil. Peru 1 a 0, placar final, justo pelo apresentado. Nesta sequência de amistosos após Copa América, o Brasil ficou devendo. Ao voltar a campo em outubro, precisa melhorar – e acordar!

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Varane diz que rumor de Neymar no Real atrapalhou: “Perdemos o foco”

Publicado

A possibilidade de Neymar ter acertado com o Real Madrid na última janela de transferências da Europa, que encerrou em 2 de setembro, perturbou o elenco madrileno. Foi o que afirmou o zagueiro Raphael Varane. Em entrevista ao jornal francês “Le Parisien”, o defensor admitiu que o rumor fez com que os atletas do time espanhol perdessem o foco no início da temporada 2019/2020.

Leia também: Após volta ao PSG, Neymar é flagrado dançando hit de forró; assista

Raphael Verane arrow-options
Reprodução/Instagram

Raphael Verane


“Houve muito ruído, mas no clube não falávamos muito sobre isso, pois estávamos concentrados no início da temporada. A cada dia surgia muitas notícias e acabamos perdendo um pouco o foco”, disse ele sobre os rumores envolvendo Neymar.

Leia também: “Neymar se agiganta”: atacante é chamado de gênio na imprensa europeia

Varane afirmou que sempre esteve prudente aos rumores sobre a saída de Neymar do Paris Saint-Germain e a chegada dele ao Real Madrid . O zagueiro explicou que só acredita em negociações acertadas e não em supostas contratações.

“Lido sempre com esse tipo de rumores. Sou muito prudente e, enquanto uma negociação não estiver concluída, eu tenho sempre um pé atrás’, falou ao diário.

Leia mais:  Torcedores com camisa de Mkhitaryan são parados pela polícia em Baku; assista

Leia também: Neymar diz que queria sair do PSG e dispara: “Não preciso que gritem meu nome”

Neymar tentou sair do PSG e retornar ao Barcelona, algo que não aconteceu. Ao mesmo tempo, o pai do jogador tentou negociá-lo com o Real Madrid, o que também foi em vão, já que o time francês exigiu pelo menos 300 milhões de euros para vender o craque brasileiro.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Willian elogia Flamengo e Palmeiras e fala sobre possível volta ao Brasil

Publicado

Willian no Chelsea arrow-options
Divulgação

Willian é jogador do Chelsea, da Inglaterra

Flamengo e Palmeiras, atualmente líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro, são os dois times do país que mais investiram em contratações nas últimas temporadas, incluindo jogadores com passagens pela seleção brasileira, o que chamou a atenção do meia Willian, do Chelsea, que elogiou os clubes.

Leia também: Jorge Jesus diz que treinadores brasileiros estão ultrapassados

“Muitos jogadores estão voltando a jogar no Brasil. Jogadores importantes, que atuaram em grandes clubes na Europa. No Flamengo , os dois laterais de seleção brasileira (Rafinha e Filipe Luís), o time todo muito bom. Palmeiras também com um time muito bom, vários outros clubes bons, com jogadores voltando”, disse Willian em entrevista aos canais ESPN.

Apesar dos elogios, o camisa 10 da seleção brasileira na conquista da Copa América de 2019 afirmou que ainda não pretende retornar ao futebol do país.

“A gente nunca sabe o futuro, o que pode acontecer. Mas esse não é meu objetivo, por enquanto. Espero poder continuar por muito mais tempo aqui na Europa”.

Leia mais:  Fifa define medidas para futebol o feminino e quer 32 times na Copa

Leia também: Valdivia detona Alexandre Mattos nas redes sociais: “Gordo safado”

Revelado pelo Corinthians, Willian joga no futebol europeu desde 2007, quando trocou o Timão pelo Shaktar Donetsk, da Ucrânia. Em 2013, após uma passagem curta pelo Anzhi Makhachkala, da Rússia, o meia se transferiu para o Chelsea , onde atua até os dias de hoje.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana