conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil localiza homem suspeito de estupro e morte de adolescente em Campinápolis

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Um homem foragido da Justiça da Comarca de Nova Xavantina (645 km a Leste de Cuiabá), acusado de estupro e homicídio, foi preso nesta quinta-feira (07.11) no Pará, após trabalho integrado envolvendo a inteligência policial das Polícias Civis de Mato Grosso e do estado vizinho.

O procurado, L.I.F.M. de 33 anos, estava com a ordem judicial de prisão temporária em aberto. Ele responde pelo crime de violência sexual e contra a vida, cometido no dia 25 de dezembro de 2014 na cidade de Campinápolis, tendo como vítima uma adolescente de 16 anos.

A menor  L. M. R. S. foi encontrada morta atrás de uma igreja. A vítima usava apenas as roupas íntimas, estava com a orelha machucada, indicando mordida, e apresentava sinais de espancamento na cabeça.

Foi o pai da adolescente quem a encontrou no dia de Natal. Na ocasião, o mesmo informou que sua filha havia saído de casa para ir até a rua usar o sinal de internet wi-fi. No entanto, ela não retornou e os familiares passaram a procurá-la. O caso gerou comoção entre os moradores da região.

Durante diligências para apurar o crime, o autor foi identificado e teve o pedido de prisão deferido pela Justiça. Nas investigações realizadas pela Delegacia de Campinápolis, em conjunto com o Núcleos de Inteligência de Água Boa e de Confresa, foi possível levantar o paradeiro do criminoso nas proximidades da divisa dos estados de Mato Grosso e Pará.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeitas de aplicarem golpe Boa Noite Cinderela em Nova Xavantina

Diante dos fatos, a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, solicitou apoio da Polícia Civil do Pará, que conseguiu surpreender L.I.F.M. de 33 anos, na cidade de Santana do Araguaia.

Em cumprimento ao mandado de prisão temporária, o preso foi detido e encaminhado para a Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, onde ficará à disposição da Justiça da Comarca de Nova Xavantina e da Delegacia de Campinápolis, responsável pelo inquérito policial.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Equipes de segurança resgatam desaparecido em região de mata

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem que estava desparecido desde o dia 06 de novembro foi localizado pela Polícia Judiciária Civil, nesta segunda-feira (11.11), em ação realizada pela Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), com apoio Corpo de Bombeiros e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

A mobilização para localizar o desaparecido iniciou no dia 07 de novembro quando o boletim de ocorrência, na 1ª Delegacia de Polícia de Cuiabá. Segundo as informações, a vítima veio de Minas Gerais para trabalhar na obra de acesso ao distrito do Coxipó do Ouro e morava em uma casa na região junto a outros funcionários da empresa.

Na quarta-feira (06), alguns dos moradores saíram de casa e quando retornaram não encontraram mais o colega. De acordo com as testemunhas, a vítima andava apresentando confusão mental, muitas vezes falando coisas sem sentido. O boletim de ocorrência foi registrado na quinta-feira (07), após a vítima não retornar para casa.

Assim que tomou conhecimento dos fatos, a equipe do Núcleo de Desaparecidos iniciou os trabalhos solicitando apoio do Corpo de Bombeiros e do Ciopaer., que prontamente se disponibilizaram a auxiliar as buscas. As equipes conseguiram localizar a vítima em um local de mata de difícil acesso, nas imediações do Coxipó do Ouro, nesta segunda-feira (11.11).

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados contra autores de homicídio ocorrido em 2016

Após ser resgatada, a vítima foi levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Ipase para atendimento. Os familiares do desaparecido também foram notificados da sua localização. 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação cumpre 16 mandados contra alvos suspeitos de roubos a propriedades agrícolas

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Uma operação da Polícia Judiciária Civil, com apoio do Ministério Público Estadual e forças de segurança do estado, foi deflagrada nesta segunda-feira (11.11) para cumprimento de mandados de prisões e de buscas e apreensões contra suspeitos envolvidos em roubos a propriedades rurais, com foco especial na subtração de veículos e insumos agrícolas, em cidades de Mato Grosso. A operação Camuflagem II, coordenada pela Polícia Civil de Sorriso, teve mandados cumpridos nos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, São José do Rio Claro, Sinop, Paranatinga e Cuiabá.

A operação é resultado da atuação integrada do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) de Sorriso, Polícia Militar, Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Ciopaer.

Nove pessoas tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos, deferidos pela Comarca da Justiça de Sorriso.

Foram apreendidos materiais utilizados pelo grupo criminoso, como armamento, munições, roupas camufladas semelhantes às usadas pelas forças armadas e equipamentos de vigilância para praticar roubos a propriedades agrícolas. Também foram apreendidos defensivos agrícolas, computadores e diversas anotações.

Leia mais:  Polícia Civil conclui inquérito e indicia 33 por organização criminosa ligada ao jogo do bicho

De acordo com o delegado André Eduardo Ribeiro, que coordena a operação, foram cumpridos 16 mandados de prisões e de buscas, sendo a maioria deles em Sorriso. “O grupo criminoso utilizava-se desses equipamentos apreendidos, roupas camufladas, para facilitar a movimentação e praticar os roubos nas fazendas, especialmente de camionetes e defensivos agrícolas”.

O material apreendido ainda será contabilizado pela Polícia Civil.

Todos os presos na operação serão encaminhados à audiência de custódia e permanecerão à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana