conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil de Jaciara prende dois por estelionato contra vítima do Rio de Janeiro

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Duas pessoas envolvidas em um golpe de venda de veículo pela Internet, cometido contra uma vítima do Rio de Janeiro (RJ), foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (21.08), após serem descobertas em Jaciara (144 km ao Sul). Um dos suspeitos seria o responsável pela negociação do veículo e o outro por receber o valor em sua conta bancária.

Os suspeitos Hederson da Silva Goetz, 35 e Eivanjson Dias de Souza (com várias passagens criminais e portador de tornozeleira eletrônica) foram autuados em flagrante pelo crime de estelionato.

As investigações iniciaram após um policial federal do Rio de Janeiro entrar em contato com a Polícia Civil de Jaciara relatando sobre uma ocorrência de estelionato, em que a vítima depositou o valor de R$ 27 mil, referente a compra de um veículo, em uma conta bancária com titularidade em nome de Hederson da Silva Goetz.

Com base nas informações, os policiais da Delegacia de Jaciara diligenciaram até a casa do suspeito, que questionado, disse que emprestou sua contra para o suspeito Eivanjson, para o recebimento do valor, do qual ele receberia 10%, ou seja R$ 2,7 mil, pelo empréstimo.

Leia mais:  Polícia Civil de Cáceres apreende 2 veículos subtraídos de locadoras no Estado de SP

Ainda segundo o suspeito, além dos R$ 27 mil depositados em sua conta bancária, foi transferido para a conta da sua esposa, o valor de R$ 8 mil, uma vez que não era possível sacar todo valor de uma única conta.

Os policiais pediram o rastreamento da tornozeleira eletrônica de Eivanjson, confirmando que ele esteve na residência de Hederson. Diante das evidências, os policiais realizaram diligências em buscas do suspeito que foi detido em um “espetinho”, no bairro Santo Antonio. Questionado, o suspeito confirmou que esteve na casa do comparsa, mas negou a participação no crime.

Segundo investigações da Delegacia de Jaciara, Eivanjson é membro de uma facção criminosa atuante no Estado, sendo um dos chefes da organização na região.

Diante das evidências, os dois suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Jaciara, onde após serem interrogados, foi lavrado o flagrante. Posteriormente, os golpistas foram encaminhados para Cadeia Pública de Jaciara.

As investigações continuam para rastrear o paradeiro do dinheiro da vítima, que ainda não foi recuperado, assim como para identificar outras pessoas envolvidas.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeitos e recupera produtos comprados com cartões clonados pela Internet

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Policiais civis recebem orientações sobre Nova Lei de Abuso de Autoridade

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Policiais da Gerência de Operações Especiais da Polícia Judiciária Civil participaram nesta sexta-feira (24.01) de uma palestra sobre a Lei 13.964/2019 – Nova Lei de Abuso de Autoridade. As orientações foram repassadas pelo delegado Marcel Gomes Oliveira, que atua na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá.

O objetivo foi orientar os policiais quanto aos novos tipos penais, e suas consequências, proporcionando conhecimento necessário para a atuação policial e evitando que incorrer em crime previsto na nova lei.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  NOTA DE FALECIMENTO
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende mulher que tentava transferir veículo utilizando documento falso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma mulher que usava documento falso para transferir para o seu nome a motocicleta do marido já falecido foi presa em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (23.01), em ação realizada pela equipe da Divisão Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá).

As diligências iniciaram após a equipe da DERF ser acionada pelo cartório do 2º Ofício da Comarca de Sorriso. Segundo as informações, na segunda-feira (20), a mulher compareceu no estabelecimento para fazer o reconhecimento de sua assinatura, porém ao entrarem em contato com cartório de Várzea Grande foi informado que se tratava de uma falsificação.

Também foi informado que o selo de autentificação não foi gerado pelo Cartório de Várzea Grande, como constava no documento de Certificado de Registro de Veículo, apresentado pela suspeita. Ao ser abordada pelos policiais da DERF, a suspeita disse que a motocicleta estava em nome do seu marido, que faleceu há dois anos.

Leia mais:  NOTA DE FALECIMENTO

Ela disse que o veículo estava apreendido e precisava dele para trabalhar e por isso procurou o proprietário de uma autoescola em Matupá que disse que poderia ajudar na liberação do veículo, cobrando R$2,5 mil para “fazer os documentos” e reconhecer firma. Após receber os documentos, a mulher foi orientada a fazer o reconhecimento da assinatura no Cartório de Sorriso, ocasião em que foi descoberta.

Diante da situação, a suspeita foi conduzida a Delegacia de Sorriso, onde após ser interrogada foi autuada em flagrante pelo crime de uso de documento falso. As investigações continuam em andamento para localizar o suspeito de falsificar os documentos.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana