conecte-se conosco

Mulher

Perigoso? Mãe diz que crianças não devem ficar sozinhas em público e abre debate

Publicado

É arriscado deixar uma criança de oito anos brincar sozinha fora de casa? Uma mãe abriu debate sobre a idade ideal para deixar os menores desacompanhados em público quando expôs na internet a situação que ela presenciou ao levar o filho ao parque.

Leia também: Bater nos filhos para castigá-los é aceitável? Mãe se arrepende e pede conselhos

mãe acha perigoso criança brincar sozinha
shutterstock

Uma mãe achou perigoso uma criança de oito anos brincar sozinha no parque, sem acompanhamento de um responsável


A mãe não identificada relatou tudo o que aconteceu no fórum do site britânico Mumsnet . Ela inicia o texto explicando que levou seu filho ao parque por volta das 18h30 e uma criança de oito anos, que brincava sozinha, se aproximou e começou a brincar com ele.

A mulher afirma que ficou preocupada com o fato do menino estar desacompanhado àquela hora do dia. “Eu olhei em volta e procurei por sua mãe, mas não consegui ver ninguém. Esperei mais cinco minutos e ainda não tinha ninguém. Então decidi fazer meu filho perguntar algumas coisas para ele”, diz.

Com essa iniciativa, a mulher descobriu que o garoto desacompanhado tinha oito anos e estudava em uma escola no mesmo bairro do parque . “Perguntei se a mãe dele estava lá e ele disse que não, que ela estava em casa”, conta a mãe, que também questionou onde a criança morava e constatou ser um pouco distante da sua casa.

Leia mais:  Horóscopo do dia: previsões para 25 de maio de 2019

Leia também: Autora reabre debate ao dizer que deixar chorar é melhor método para bebê dormir

Quando decidiu ir embora, ela incentivou o menino desacompanhado a ir junto com eles. “Eu vi ele pedalar e voltar para a casa dele em segurança”, ressalta.

Tem idade para ficar sozinho na rua?

criança brincando
shutterstock

Tem idade ideal para a criança começar a brincar desacompanhada? A situação abriu um debate sobre isso


No decorrer da publicação, a mãe se diz preocupada com o fato de uma criança dessa idade andar e brincar sozinha , sem nenhum adulto responsável na supervisão. “Eu poderia ser uma predadora ou pedófila. Ele também estava pedalando no meio da rua, o que poderia levá-lo a ser ferido ou atropelado por um carro!”, explica a mulher.

Ela finaliza o texto afirmando conhecer a escola que o garoto estuda e diz pensar em expor a situação aos profissionais da instituição.

A reação da web

criança
shutterstock

O menino de oito anos que motivou o dilema na internet brincava e andava de bicicleta sozinho no parque


A postagem gerou um dilema nos comentários, com vários internautas relatando não terem visto nenhum problema no fato da criança brincar sozinha. “Meu filho de oito anos vai sozinho. É ridículo considerar a possibilidade de denunciar que uma criança tem permissão para ir a um parque a cinco minutos de sua casa”, opina uma.

Leia mais:  Noivos fazem cerimônia simbólica em hospital para avó doente estar no casamento

“Talvez seu filho não tenha bom senso, mas isso não significa que outras crianças não tenham. A criança em questão não começou a falar com você, ele começou a brincar com seu filho”, afirma outro.

Leia também: Loja gera polêmica ao vender minissaias jeans para bebês: “São muito curtas”

Algumas pessoas, porém, concordaram com a preocupação da mãe e também não deixariam os filhos brincarem sozinhos. “Eu concordo com você. Só porque é dia não significa que muitas crianças não são raptadas, estupradas e assassinadas”, comenta uma.

“Eu tenho uma criança de oito anos e não deixo ela brincar em nenhum lugar onde está fora da minha visão. Não é mantê-los em uma bolha. Simplesmente não é tão seguro quanto gostaria que fosse”, conta outro internauta ao concordar com a mãe .

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Fique alerta! 4 sinais de que sua pele está envelhecendo mais rápido que deveria

Publicado

source

Não é novidade que os cuidados com a pele devem mudar com a idade, já que entre muitas das mudanças que o tempo causa ao corpo é o aparecimento de rugas, flacidez e outras marcas. A questão, porém, é que dependendo da forma como você cuida da sua pele pode fazer com que esses sinais de envelhecimento apareçam antes do esperado.

Leia também: O que muda na rotina de cuidados com a pele depois dos 50 anos de idade?

mulher se olhando no espelho arrow-options
shutterstock

Alguns sinais de envelhecimento podem aparecer antes da idade esperada, tendo influência de como você cuida da sua pele

Mas como saber se a pele está envelhecendo mais rápido do que deveria? “A pele dá sinais que podem ser encarados como dicas de que não estamos tendo o cuidado adequado com ela”, diz o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Pensando nisso, o profissional lista abaixo quatro sinais desse alerta do envelhecimento: 

1. Manchas marrons entre os 20 e 30 anos

Muitas pessoas observam as rugas como um sinal claro de envelhecimento, mas antes delas, as manchas escuras aparecem como um sinal óbvio do envelhecimento da pele.

Leia mais:  Medo do parto igual Tatá Werneck? Saiba por que isso acontece e como vencê-lo

“Elas surgem por causa do excesso de exposição solar sem a devida proteção da pele. Lembre-se: não existe bronzeado seguro. Para proteger a pele do envelhecimento rápido e do possível desenvolvimento de câncer de pele, use FPS 30 de amplo espectro ou mais, repassando a cada duas horas. Use filtro solar mesmo quando está nublado”, diz Mário.

Leia também: 8 erros de maquiagem que podem dar um aspecto envelhecido ao seu rosto

2. Flacidez de pele no pescoço e colo

O pescoço tem uma pele extremamente fina e está entre as primeiras áreas da pele a mostrar sinais de envelhecimento . “Geralmente, o pescoço e o colo são esquecidos na rotina, de forma que agressores ambientais, aliados aos maus hábitos alimentares e consumo de álcool, podem favorecer o aparecimento de flacidez e rugas nessa região”, comenta o médico.

“Para ajudar a recuperar e revitalizar a pele seca e áspera, use um hidratante formulado com ácido hialurônico. No consultório, é possível fazer procedimentos injetáveis, como com toxina botulínica (botox), que pode ser usada para suavizar as linhas do pescoço, e preenchimentos de ácido hialurônico para linhas finas e rugas, a fim de suavizar e rejuvenescer o pescoço.”

Leia mais:  Noivos fazem cerimônia simbólica em hospital para avó doente estar no casamento

3. Perda de umidade na pele

Com o envelhecimento, a pele perde umidade, o que, na maior parte das vezes, causa coceira. Combine isso com uma taxa mais lenta de renovação celular e a sua pele ficará mais dura, seca e áspera ao longo do tempo.

Para ajudar a combater os efeitos colaterais e revitalizar a pele, são indicados hidratantes com ação antienvelhecimento e esfoliação regular com ácidos prescritos por médicos. “Aplicações mais superficiais de ácido hialurônico podem ajudar a combater o problema”, comenta. 

Leia também: 5 sinais que mostram uma pele envelhecida antes do tempo e como evitá-los

4. Rugas e perda de volume facial

pele naturalmente diminui sua produção de colágeno e elastina – dois componentes-chave para mantê-la jovem – entre os 20 e 30 e trinta e poucos anos. Como resultado, é provável que algumas rugas e linhas finas surjam aqui e ali.

“Se você faz muitas expressões faciais ou dorme de lado, esses sulcos e recuos podem demorar mais para voltar ao lugar. Se você perceber um número maior de rugas aos 20 anos, pode ser um sinal de muitos danos causados pelo sol. Esse problema pode ser resolvido com neurotoxinas e preenchimentos injetáveis. Consulte um médico que irá indicar o melhor tratamento para o seu caso”, finaliza o dermatologista. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Pistache ajuda a manter o peso e até a dormir melhor; veja como incluir na dieta

Publicado

source

Women's Health

Quais são os benefícios do pistache (e de outras nozes)? Quando você quer algo saudável, crocante e fácil de comer em qualquer lugar, nozes de todos os tipos – amêndoas, amendoins, pistache, castanha de caju – são uma ótima opção. E, considerando que as nozes são boas fontes de gordura, fibra e proteína – junto com várias vitaminas e minerais diferentes – elas realmente podem te fazer muito bem.

nozes e pistache arrow-options
shutterstock

Pistache faz parte dos grupos das oleoginosas e tem até mais benefícios que outras nozes

Leia também: Açafrão traz benefícios à saúde e ainda ajuda na perda de peso; veja como usá-lo

Sem mencionar que pesquisa sugerem que comer nozes pode ajudar a te proteger de problemas cardiovasculares como doenças cardíacas e pressão alta, além de diabetes tipo 2. Elas podem até ajudar a manter um peso saudável.

No entanto, algumas nozes são mais saudáveis do que outras. As amêndoas, em particular, são as dominantes entre as nozes, atualmente (dominando até o corredor dos laticínios, graças a todas as alternativas de leite e iogurte à base de amêndoa que existem por aí hoje em dia.) Enquanto isso, os amendoins – que são tecnicamente leguminosas atraem a atenção de muitas pessoas que buscam uma dieta saudável.

Quais são os benefícios do pistache?

pistache arrow-options
shutterstock

Pistache pode dar um up na saúde, te ajudar a dormir melhor e até se acertar com a balança

Embora possam não ser tão modernos quanto as amêndoas, os pistaches são realmente muito bons para você. “Os pistaches têm muito a ver com a saúde”, diz Kim Larson, RD, treinador de nutrição e saúde da Total Health de Seattle. Sem mencionar, que eles são simplesmente deliciosos.

Antes de passar pelos pistaches verdes e brilhantes na próxima vez em que estiver no corredor principal do mercado, lembre-se dos seguintes benefícios do pistache:

1. Eles são uma fonte sólida de fibra

A fibra é importante para diversos aspectos da sua saúde, como manter o trato intestinal funcionando corretamente e ajudar a manter um peso saudável . E os pistaches fornecem bastante! Como a fibra melhora a saciedade, os pistaches podem ajudar no controle do peso, se consumidos nas quantidades apropriadas, diz Larson.

Leia mais:  Medo do parto igual Tatá Werneck? Saiba por que isso acontece e como vencê-lo

2. Os pistaches têm menos calorias do que a maioria das nozes.

A maioria das nozes contêm muitas calorias! Embora, no papel, os pistaches contenham 159 calorias por punhado (veja mais detalhes abaixo), uma pesquisa recente do Serviço de Pesquisa Agrícola sugere que eles podem, na verdade, conter cinco por cento menos calorias do que pensávamos.

3. Eles estão cheios de antioxidantes

“Devido à sua cor roxa e verde, os pistácios podem ter mais antioxidantes e efeitos anti-inflamatórios do que outras nozes”, diz Angelone.

Essas cores são causadas pelos nutrientes luteína (que está relacionada ao beta-caroteno e vitamina A) e antocianina. “A maioria das outras castanhas não possui antocianina”, diz a nutricionista Julie Upton, MS, RD, cofundadora do site de nutrição Appetite for Health.

4. Eles podem ajudá-lo a dormir melhor

Curiosidade surpreendente sobre os pistaches: Eles contêm melatonina, um hormônio que regula o ciclo do sono. De fato, de acordo com Angelone, eles são a castanha mais rica em melatonina. “Comer um punhado de pistache é como tomar um suplemento de melatonina”, diz ela.

5. É mais difícil você exagerar na dose comendo pistaches

Em comparação com outras nozes, os pistaches têm um bom equilíbrio de proteínas e gorduras, o que pode ajudar a te encher e mantê-la saciada, diz Upton. Além disso, comê-los com casca também ajuda a evitar excessos. Basicamente, com todo o tempo que você gasta quebrando cascas de pistache para chegar às nozes, você se esforça para se sentir saciado antes de exagerar na dose.

6. As gorduras saudáveis ​​dos pistaches sustentam a saúde a longo prazo

Graças às gorduras saudáveis ​​(principalmente monoinsaturadas e poliinsaturadas), comer pistaches pode melhorar sua saúde a longo prazo. Especialistas acreditam que essas gorduras podem ajudar a diminuir o colesterol LDL (também conhecido como ruim), reduzindo o risco de ataque cardíaco e derrame. Eles também ajudam a desenvolver e manter suas células.

Leia mais:  Adele fala sobre término e inspira sobre como superar o fim de uma relação

Leia também: 5 motivos para não ter mais medo da gordura – até se você quer emagrecer

Além disso, as gorduras polinsaturadas também contêm ácidos graxos essenciais que seu corpo precisa para o funcionamento do cérebro. “Comê-los pode ajudar a retardar o declínio cognitivo relacionado à idade”, sugere Larson.

As informações nutricionais do pistache

diferenças arrow-options
shutterstock

Há diferenças entre o pistache comprado com casca ou sem

Quando você deseja comprar pistaches, normalmente tem que escolher entre duas opções diferentes: sem casca ou com casca. Aqui estão as informações nutricionais de um punhado de pistache sem casca (cerca de 49 grãos), de acordo com o Banco de Dados de Nutrição do USDA:

  • Calorias: 159
  • Gorduras: 12.8 gramas
  • Proteína: 5,72 gramas
  • Carboidratos: 7.7 gramas
  • Fibra: 3 gramas
  • Açúcares: 2 gramas

E as informações nutricionais de um punhado de pistache ainda nas “conchas”, de acordo com o USDA Nutrition Database:

  • Calorias: 85
  • Gordura: 7 gramas
  • Proteína: 3 gramas
  • Carboidratos: 4 gramas
  • Fibra: 1,5 gramas
  • Açúcares: 1 grama

De acordo com a nutricionista e porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética Sonya Angelone, RD, os pistaches são uma boa fonte de fibras, proteínas, minerais magnésio e cobre, vitamina E, folato e compostos naturais para baixar o colesterol chamados esteróis vegetais. “Eles também são uma boa fonte de gorduras monoinsaturadas saudáveis”, acrescenta ela.

Mas qual é a maneira mais saudável de comer pistache?

pistache arrow-options
shutterstock

Você pode pistache puro, incluí-lo em receitas ou fazer uma crosta que combina muito bem com diversos tipos de carne

Para começar, você sempre pode apenas comer um punhado deles puros mesmo.

No entanto, se você quiser ser um pouco mais criativo, Upton recomenda esmagar um punhado de pistaches e usá-los como crosta no preparo da carne. Eles também são um ótimo complemento para praticamente qualquer receita saudável de biscoito ou bolo à qual você normalmente adicionar nozes.

Leia também: 6 dicas para comer os alimentos do jeito certo e ter uma dieta saudável de fato

Os pistaches também são uma ótima maneira de fazer com que a mistura de granola caseiras sejam mais “extravagantes”, diz Larson. Além disso, eles adicionam uma boa crocância (e mais proteína!) aos pratos e saladas vegetarianas. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana