conecte-se conosco

Entretenimento

Moral em baixa! Deborah Blando, Lulu Santos e os críticos à música brasileira

Publicado

Da MPB ao sertanejo, do pop ao funk, a música brasileira sempre foi muito celebrada em praticamente todos os cantos do mundo. No entanto, essa diversidade não é tão apoiada no nosso País.

Leia também: Tiago Iorc reaparece e lança álbum de inéditas


Lulu Santos, Jorge Vercillo e Deborah Blando
Montagem

Lulu Santos, Jorge Vercillo e Deborah Blando


Alguns estilos da música brasileira , como o sertanejo e o funk, são muito criticados principalmente por suas letras “vazias” e “sem significado nenhum”, como dizem alguns críticos. Um bom exemplo disso é Anitta. Algumas canções da cantora, que é a maior estrela do funk nacional atualmente, já virou alvo de inúmeras críticas por conta de suas canções.

Abaixo, separamos as dez vezes em que nossa  música  foi duramente criticada por vários famosos.

  • Lulu Santos

Em 2017, Lulu Santos usou o Twitter para publicar comentários sobre as canções que fazem sucesso no Brasil.

“Caramba! É tanta bunda, polpa, bumbum granada e tabaca que a impressão que dá é que a MPB regrediu pra fase anal. Eu, hein?”, escreveu.

Posteriormente (e depois de muita discussão entre seus seguidores), o cantor se explicou, já que os internautas entenderam a mensagem como uma indireta para Anitta, que havia lançado uma música no mesmo dia.

“Que fique bastante claro que minha opinião sobre as letras escatológicas, pessoal, intransferível e soberana, nada tem a ver com Anitta, de quem gosto e a quem respeito, muito menos com as periferias onde se continua fazendo excelente arte e vida. Respeito! Grato”, explicou.

  • Deborah Blando

Na última semana, Deborah Blando virou alvo de vários comentários. Tudo isso porque a cantora também divulgou sua opinião sobre a cultura musical do país, afirmando que as músicas que fazem sucesso por aqui viraram “pornográficas” ou “de corno”, com letras “machistas e grotescas”. E, ao falar sobre seu último show no Brasil, Deborah afirmou que “trabalhar no Brasil se tornou inviável para quem tem talento”.

  • Jorge Vercillo
Leia mais:  ‘Seu Madruga’ aparece com câncer terminal em foto rara

Outro cantor que falou sobre o assunto foi Jorge Vercillo. Longe da mídia há um certo tempo, o artista criticou, em 2018, a má qualidade da música atual. “A MPB anda muito pobre, fraca, infantil, feia e sem imaginação”, apontou.

Leia também: Elza Soares vira Cidadã Honorária de Belo Horizonte e faz show na cidade

  • Joana Balaguer

Ainda no ano passado, Joana Balaguer, que fez parte do elenco de “Malhação”, entre 2005 e 2007, comentou sobre o hit Que Tiro Foi Esse? , de Jojo Todynho. “Imagina as festas infantis, todo mundo dando tiro e fingindo que tá morrendo?”, disse em seu Instagram Stories.

Depois, diante da repercussão das críticas, a atriz se explicou: “Eu não tenho nada contra a música, muito pelo contrário. Acho que a música fica, é viral, é animada, e tem aquela coisa do brasileiro de dançar. Estão me falando que é tiro de amor, tipo que ‘chegou lacrando’, só que o que me incomodou não é a música. Mas os vídeos das pessoas fingindo que estão morrendo, levando um tiro”, disse.

  • Victor Chaves

Apesar de também ser um cantor sertanejo, Victor Chaves, da dupla com Leo, se posicionou contra o rumo que a música sertaneja tomou. Durante um evento em São Paulo, em 2013, o compositor disse: “Existe uma pornografia na música atual chamada sertaneja. A maior parte das canções das duplas atuais eu não deixaria meu filho ouvir. E já falei ao Leo para que sobrinhos meus e filhos dele não ouçam”.

  • Zezé di Camargo

Zezé di Camargo, uma das maiores vozes da música caipira, comentou sobre o movimento universitário do sertanejo. “A música sertaneja piorou de uns cinco anos para cá. O espaço para a gente está melhor, porque hoje rola sertanejo até em balada, né? No nosso tempo não era assim. Mas não entendo isso, a música ficou ruim e conquistou muito público”, disse, em 2012.

  • Rita Lee
Leia mais:  Mercedes manda Lidiane sabotar Janaína em “Verão 90”

Conhecida por não ter papas na língua, Rita Lee não chegou a criticar, exatamente, um estilo de música específico. Mas para bom entendedor, meia palavra basta, não é mesmo? Ao ser questionada por uma seguidora do Twitter, que disse que a irmã só escutava Luan Santana, Restart e Justin Bieber, a cantora foi categórica.

“Tranque a menina no congelador”, respondeu.

  • Lobão

Já deu para perceber que o sertanejo é um dos maiores injustiçados dessa lista, não é mesmo? Outro famoso que criticou o estilo foi o cantor Lobão que, em 2011, fez declarações polêmicas. “As pessoas não sabem mais o que é rock n’ roll. Cara, esse agrobrega, esse sertanejo ‘universiotário’ é uma demência”, declarou.

Leia também: Erasmo Carlos: “Fico assustado com esse governo, só vejo abobrinhas”

  • Supla

Durante sua temporada como jurado do “Ídolos”, programa já extinto do SBT , Supla criticou o ritmo sertanejo dos candidatos que passaram pelo programa, dizendo que não aguentava mais ouvir música caipira nas apresentações. Além disso, o artista usou o termo “sertanojo” para falar do assunto.

  • Aguinaldo Silva

Mais uma vez, a música de Jojo Todynho foi duramente criticada. Aguinaldo Silva, renomado autor de novelas, comentou sobre a canção no ano passado, nas redes sociais. “Infelizmente as mais de mil pessoas vítimas de balas perdidas no Rio de Janeiro ano passado não podem levantar de suas tumbas e sair cantando alegremente por aí: ‘ Que Tiro Foi Esse? ’”, refletiu o autor sobre a música brasileira.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Polêmico, filme em que Xuxa aparece nua pode voltar a ser comercializado

Publicado

source

Nesta sexta-feira (20) o passado de Xuxa voltar a ser destaque na imprensa nacional. Há quase trinta anos a apresentadora conseguiu na Justiça a proibição da comercialização do filme “Amor Estanho Amor” (1982), no qual sua personagem seduz um garoto de 12 anos.

Leia também: Aos 56 anos, Xuxa fala sobre experiência com drogas

Cena do filme de Xuxa arrow-options
Divulgação

Cena do filme de Xuxa

O assunto foi tema de debate no Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última terça-feira (17), a Quarta Turma iniciou uma sessão para avaliar se o site Mercado Livre pode comercializar dois álbuns de Xuxa e o polêmico filme que ela aparece nua. 

Leia també: Revista antiga sobre casamento de Faustão e Xuxa volta à tona e vira piada

A possibilidade de o longa voltar a ser exibido trouxe o nome do diretor, Walter Hugo Khouri, novamente aos holofotes. Morto em 2003, ele deixou um legado para o cinema nacional. 

Segundo uma análise feita pela Folha de SP , na introdução ao livro “Do Sentimento Trágico da Vida”, de Miguel de Unamuno, o filósofo espanhol Fernando Savater comenta que é comum às mentes notáveis passar por “um tempo no purgatório após sua morte, ao final do qual podem ou cair no esquecimento geral ou se instalar para sempre na glória dos eleitos”.

Leia mais:  Em “A Dona do Pedaço”, Britney sofre após discussão com Abel

A questão voltou à tona devido a declarações da  apresentadora  na web. Ao que parece, ela refletiu sobre os motivos que a levaram a atuar no filme. À  época, a artista ainda não trabalhava com crianças.

Ainda de acordo com a Folha de SP , proibição da comercialização de ” Amor Estranho Amor ” aconteceu em 1991, em decisão tomada pelo então juiz de primeiro grau Luiz Fux, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal.

Leia também: Xuxa sobre Junno: “Naqueles lugares em especial ele é raspadinho”

Na internet, Xuxa ainda terminou seu desabafo sugerindo que todos assistissem ao filme: “[É] muito bom”. 

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Após polêmica de suposto caso gay, vaza foto íntima atribuída a Pedro Scooby

Publicado

source

“O pesadelo continua!”, a expressão geralmente é adotada em franquias de filmes de terror, mas nesta sexta-feira (20) pode ser aplicada na vida pessoal de Pedro Scooby. Na noite da última quinta (19), o jornalista Luan Santos alegou que teve um caso com o surfista em Búzios, no Rio, em 2017 – tempo em que ele era casado com Luana Piovani. Na mesma noite, o atleta desmentiu o caso e alegou que é amigo “dos gays mais bonitos do Brasil”, dando a entender que não valeria trair sua esposa com o rapaz e classificou os prints como fruto de photoshop. 

Leia também: Após rumor de affair gay, Luana Piovani sai em defesa de Scooby

Pedro Scooby arrow-options
ig

Pedro Scooby

Todavia, em seu desabafo inicial, o jornalista alegou que se Pedro Scooby negasse, divulgaria provas do caso homossexual e a traição à  Luana Piovani . Coincidentemente, horas após a declaração, uma foto íntima atribuída ao surfista começou a circular pelas redes sociais.

Leia também: Pedro Scooby nega caso com outro homem: “photoshop”

Leia mais:  Em “A Dona do Pedaço”, Britney sofre após discussão com Abel

Rápidos no gatilho, internautas logo criaram seus artifícios para ligar o rapaz da foto com Scooby. Alguns usuários do Twitter usaram uma pinta no rosto para atribuir a foto ao atleta. Já outros, julgaram que a tatuagem no peito da pessoa parece com a de Pedro. 

Em resposta, Scooby compartilhou duas imagens através do recurso stories do Instagram, em que perfis de fofocas o defendem, tentando desvencilhar sua imagem da fotografia íntima vazada na internet. 

Pedro Scooby com tatuagem do peito exposta arrow-options
Reprodução Instagram

Pedro Scooby com tatuagem do peito exposta

Para aliviar a dor de cabeça, sua ex-esposa, Luana, com quem trocou alfinetadas durante meses por causa de seu namoro com Anitta, resolveu ir a público falar sobre o assunto, porém, para sua felicidade, talvez surpresa, Piovani não destilou indiretas, a atriz e apresentadora do Canal E! aproveitou seu espaço na internet para defendê-lo.

“Bifão, é como diz a tatuagem, né? Tudo passa”, declarou ela, fazendo referência ao apelido carinhoso que o chamava nos tempos de casada.

Leia mais:  Viúva de Ricardo Boechat relembra morte do marido e fala de premonição

Em seu perfil, Leo Dias, jornalista de fofocas, divulgou uma apuração sobre o caso. Durante sua coleta, ele notou que o mesmo rapaz já tentou “ganhar mídia” em cima de Scooby outra vez, em 2012 – cinco anos antes da época que ele alegou ter conhecido o surfista.

Segundo a nota da Folha de SP , à época, Luana o xingou: “Se liga piranha fake, estou ‘obrando’ para você’”. Scooby corroborou a publicação da loira: “Tá falando merda”.

Pedro Scooby arrow-options
GQ Brasil/Franco Amendola

Pedro Scooby

Leia também: Como Jojo Todynho se tornou o 3º elemento na relação de Anitta e Scooby?

Longe da polêmica, e agora de Anitta , pelo menos fisicamente, Pedro Scooby está curtindo o melhor de Nova York e blindando-se dos rumores que estão o cercando (novamente). Os grandes questionamentos são: até quando ele manterá a irreverência? Afinal, mais fotos podem vir à tona? Para infelicidade de quem acompanha o artista, tudo isso segue como uma incógnita.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana