conecte-se conosco

Esportes

Marta está fora da estreia do Brasil na Copa do Mundo, revela Vadão

Publicado

Lance


Marta
Assessoria / CBF

Apesar de ter voltado a treinar com bola nesta semana, camisa 10 não tem condições de jogo

Notícia ruim para a Seleção Brasileira nas vésperas da estreia da equipe na Copa do Mundo feminina. O treinador Vadão confirmou, neste sábado, em entrevista coletiva, que Marta não conseguiu se recuperar de uma lesão na coxa esquerda e está fora da partida contra a Jamaica, neste domingo, às 10h30.

Leia também: Caso Neymar: investigação sobre vazamento de fotos será mantida, diz Justiça

“A Marta teve uma evolução, mas não reúne condições para esse primeiro jogo. Se ela quiser ficar no banco conosco, ela naturalmente poderá torcer pela gente. Mas é importante deixar claro que ela não tem possibilidade de entrar nesse jogo. Às vezes ela pode optar por ficar conosco no banco e criar uma expectativa, mas a nossa programação com a Marta é para ela não participar desse jogo”, confirmou o treinador.

Sem Marta, o técnico confirmou que a dupla de ataque do Brasil vai ser formada por Cristiane e Bia Zaneratto. A zagueira Kathellen substitui Erika, cortada ontem por lesão na perna esquerda. Mônica vai ser a capitã da equipe. Vadão lamentou a ausência de Marta.

Leia mais:  Copa João Havelange 2000: Vasco campeão, queda de alambrado e o fenômeno Azulão

“Essa perda é, logicamente, muito grande. Mas as atletas que estão aí estão aí para jogar. A gente já poupou a Marta em outras oportunidades. As companheiras de ataque vão ser Cristiane e Bia Zaneratto, que vão sair jogando como jogadores de frente”, finalizou.

Leia também: Record exibe número de celular de Neymar ao vivo durante “Balanço Geral”

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Renato Gaúcho contesta trabalho de Sampaoli no Santos: “Ganhou alguma coisa?”

Publicado

Renato Gaúcho arrow-options
Divulgação

Renato Gaúcho cutucou Sampaoli antes de partida pelo Brasileirão

Santos e Grêmio medem forças neste sábado, às 21h, na Vila Belmiro, pelo Brasileiro. O duelo marca o encontro de dois treinadores que têm dado o que falar no futebol nacional: Renato Gaúcho e Jorge Sampaoli. E questionado sobre o trabalho do argentino, o técnico gremista elogiou seu desempenho, mas questionou a falta de títulos.

Leia também: Você concorda? “O Grêmio tem o melhor futebol do Brasil”, desabafa Renato Gaúcho

“O Sampaoli vem fazendo um bom trabalho? Sim, o Sampaoli vem fazendo um bom trabalho. Aí eu te pergunto: ganhou alguma coisa? Não, pelo contrário, em todas as competições o Santos saiu”, declarou Renato Gaúcho , que também lembrou da eliminação do Santos para o River Plate (URU) na Copa Sul-Americana. 

“Na Sul-Americana, foi eliminado por uma equipe que eu nunca tinha ouvido falar. E em casa. Depois, foi desclassificado na Copa do Brasil (para o Atlético-MG), em casa também. Só ficou no Brasileiro. Então, é aí que eu falo. Está fazendo um bom trabalho? Sim, mas o trabalho é bem feito quando você ganha”, disse ao jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

Leia mais:  Júlio Baptista vai treinar categoria de base de time de Ronaldo na Espanha

Renato também subiu ao tom ao falar que “pelo Santos estar disputando apenas uma competição”, é normal estar entre os líderes do Brasileiro. Vale lembrar que os paulistas também deram adeus à Copa do Brasil, enquanto os gaúchos estão disputando a Libertadores.

Leia também: Por que os técnicos estrangeiros ganharam preferência? Torcedores explicam

“O Sampaoli veio fazer um trabalho bom no Santos. Aí você tem que colocar uma coisa, que as pessoas se descuidam nesse sentido. Vou dar alguns exemplos: São Paulo, Atlético-MG, Santos, principalmente o Santos e o São Paulo. Eles têm obrigação de brigar pelo título brasileiro”.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Ideia de inverter grid da Fórmula 1 irrita pilotos: “É uma merda”

Publicado

Hamilton e Vettel arrow-options
Divulgação

Hamilton e Vettel se posicionaram contra a mudança no grid da Fórmula 1

A Liberty Media, gestora da Fórmula 1, trabalha com muitas ideias para tornar as corridas mais emocionantes. Uma delas, porém, não agradou nada a elite da categoria.

Leia também: Schumacher usou nome falso e se escondeu em cobertor para entrar em hospital

A empresa estaria pensando em inverter o grid de largada , fazendo com que os melhores carros largassem de trás e tivessem mais dificuldade para ganhar. Pelo menos entre os principais pilotos da categoria, que disputam no domingo o GP de Cingapura de Fórmula 1 .

O alemão Sebastian Vettel , chateado por ter perdido a pole e largar em terceiro na prova deste fim de semana, foi um dos mais enfáticos.

“Isso é uma verdadeira merda. Não sei quem foi o gênio que inventou”, desabafou o piloto da Ferrari, quinto colocado no Mundial de F-1, com 169 pontos.

Lewis Hamilton , por sua vez, teve que concordar com a opinião do piloto rival, embora tenha mostrado menos irritação.

Leia mais:  Após polêmica íntima no Rio 2016, Ingrid Oliveira busca redenção no Pan de Lima

“Ele falou melhor do que eu poderia dizer. Não sei o que estão pensando as pessoas que fizeram essa proposta”, afirmou o piloto britânico da Mercedes.

Leia também: Doria garante que GP do Brasil de Fórmula 1 não vai sair de Interlagos

Charles Leclerc, nascido no Principado de Mônaco, foi bem mais comedido em seu comentário sobre a possível mudança na Fórmula 1 : “A primeira posição tem que ser do piloto mais veloz”. disse o piloto da Ferrari, que larga na pole em Cingapura.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana