conecte-se conosco

Esportes

Guardiola e CR7 juntos? Agência afirma que o treinador assumirá a Juventus

Publicado


Pep Guardiola
Reprodução

Pep Guardiola pode estar de saída do Manchester City

Pep Guardiola vai comandar Cristiano Ronaldo na Juventus a partir da próxima temporada. É o que afirma a agência de notícias italiana “AGI” nesta quinta-feira. O treinador do Manchester City teria assinado por quatro temporadas com a Velha Senhora para receber 24 milhões de euros por temporada.

Leia também: Eto’o critica Guardiola e afirma: “Eu que fazia o Barcelona vencer, não o Messi”

A publicação garante que  Guardiola vai ir para Turim até ao dia 4 de junho para assinar contrato, e a apresentação pode ser já no dia 14 de junho, dia em que todos as visitas ao Estádio da Juventus foram suspensas, sem motivo aparente, segundo a agência.

Guardiola vai ser, assim, o substituto de Massimilliano Allegri , que deixou o comando técnico da equipe depois de cinco temporadas, e pela primeira vez na carreira vai comandar Cristiano Ronaldo .


Allegri e Cristiano Ronaldo
Reuters

Allegri e Cristiano Ronaldo na Juventus

Há alguns dias, quando questionado sobre o interesse da Juventus, o treinador demonstrou vontade de continuar no Manchester City , onde treinou nas últimas três temporadas e fez história nesta, com um inédito triplete (Premier League, Copa de Inglaterra e Copa da Liga inglesa).

Leia mais:  Clube comemora classificação com mulher no vestiário e causa polêmica; assista

Leia também: Melhor do mundo? Pep Guardiola chega a 9º título de liga nacional em 11 anos

Guardiola  pode ter mudado de ideia devido ao fato do City estar em vias de ser afastado da Liga dos Campeões, pela Uefa, como castigo do não cumprimento das regras do fair play financeiro impostas pela entidade.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Neymar quer pedir desculpas públicas ao Barça e dizer que errou em ida ao PSG

Publicado

Neymar
Divulgação/PSG

Neymar pode voltar ao Barcelona na próxima janela de transferências

Neymar está disposto a tudo para retornar ao Barcelona. Agora, o craque quer pedir desculpas publicamente ao clube catalão e dizer que errou ao assinar com o Paris Saint-Germain, em 2017. Na época da transferências, o camisa 10 foi comprado por 222 milhões de euros e se tornou a negociação cara da história do futebol mundial.

Leia também: Maioria dos torcedores do Barcelona não quer o retorno de Neymar ao clube

De acordo com o jornal ‘Sport’, Neymar está profundamente arrependido e quer voltar atrás. O brasileiro sente que não conseguiu alcançar os objetivos a que se propôs ao nível esportivo – na Liga dos Campeões, o PSG não foi além das oitavas de final – e percebeu que o clube francês não tem calibre para se impôr aos grandes clubes europeus em campo.

Ainda segundo o jornal, o atacante já teria admitido, em particular, a alguns ex-companheiros de Barcelona o seu erro. Conforme o ‘Sport’, o craque estaria arrependido da decisão que tomou e teria “se deixado levar pela exorbitante oferta parisiense e a possibilidade de encabelar um projeto destinado a marcar uma época na Europa”.

Leia mais:  Santos negocia venda de Cleber Reis ao Oeste, mas esbarra em valores

Leia também: Polícia francesa consegue vídeos do hotel onde Neymar se encontrou com Najila

A imprensa espanhola já relatou que Neymar estaria disposto a ganhar bem menos do que ganha atualmente no Paris Saint-Germain, voltando ao salário que tinha na época em que deixou o Camp Nou. No entanto, o PSG não quer aceitar negociar o jogador com o Barcelona.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

2.000 dias após acidente, presidente da FIA diz que Schumacher “segue lutando”

Publicado

schumacher e todt
Reprodução

Schumacher e Jean Todt eram muito amigos no tempo que o piloto estava na Ferrari

Há exatamente 2.003 dias o heptacampeão da Fórmula 1, Michael Schumacher, sofreu traumatismo craniano com hematomas intracranianos e edema cerebral difuso enquanto esquiava em Méribel, na França, e desde então vive em estado vegetativo.

Leia também: Hamilton vence GP da França de ponta a ponta com dobradinha da Mercedes

Durante uma entrevista ao RMC Sport, o ex-chefe de equipe da Ferrari nos tempos de Schumacher e atual presidente da FIA, Jean Todt, comentou que o alemão está cercado da família e que seu estado de saúde não evoluiu muito.

“A saúde de Schumacher é muito particular. Michael está muito bem cercado, vivendo com sua família em casa entre Genebra e Lausanne, ele ainda está lutando, isso é tudo que posso dizer”, disse.

Além de Todt, quem atualiza os fãs e imprensa sobre as condições de Schumacher é a representante do piloto, Sabine Kehm.

Legado da família Schumacher segue com Mick

mick schumacher
Reprodução / Fórmula 1

Mick Schumacher usando as cores da Ferrari

O filho de Michael Schumacher , Mick Schumacher, de 20 anos mantém o legado do pai no automobilismo. Campeão da Fórmula 3 Europeia em 2018, o alemão disputa a Fórmula 2 nessa temporada pela equipe Prema Racing e recentemente assinou com a Ferrari para uma equipe de desenvolvimento da escuderia.

Leia mais:  “Prefiro um crime de internet do que um crime de estupro”, diz pai de Neymar

Nas entrevistas mais recentes de Mick, ele não deixa de citar o pai e comprovar que daqui alguns anos veremos outro Schumacher na Fórmula 1. “A F1 é o meu destino. Eu não me comparo a ninguém da Fórmula 1 atualmente, obviamente eu me comparo ao meu pai. Eu vejo o que ele fez, quais os passos que ele deu e o que ele fez diferente dos outros e ver o que de positivo posso tirar disso”, comentou numa ocasião ao Sky Sports.

Leia também:  Apoiado pela família, documentário sobre Schumacher sai em dezembro

Na tabela da F2, Mick Schumacher está na 15ª colocação com 14 pontos. O líder do campeonato de pilotos é o holandês Nyck de Vries com 121 pontos.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana