conecte-se conosco

Mato Grosso

Doze veículos recuperados e sete pessoas presas no final de semana

Publicado

Doze veículos foram recuperados ou localizados durante o final de semana, de sexta a domingo (10 a 12.05), em várias cidades do Estado. Cinco ocorrências foram em Rondonópolis, três em Cuiabá, duas em Várzea Grande, uma em Guarantã do Norte e Água Boa. Sete pessoas foram presas durante as diligências.

Em Rondonópolis, os militares checavam vários veículos estacionados e identificaram que três deles haviam queixa de roubo ou furto. Foram recuperados um HB20 e dois Onix.  

Ainda na cidade, os policiais identificaram uma motocicleta Biz 125 que havia sido abandonada em uma oficina mecânica. No registro havia queixa de furto.   

Uma Hilux também foi recuperada durante uma ocorrência no bairro Conjunto São José, quando dois homens tentaram fugir logo que viram a viatura se aproximando. Um terceiro suspeito foi preso depois de fazer uma ligação para um dos suspeitos detidos, questionando sobre o paradeiro do veículo furtado. Foram detidos D.A.R., (22), B. F. M., (18) e J. M. S. O. (19), e encaminhados à Central de Flagrantes.

Em Cuiabá uma caminhonete do tipo S10 que havia sido furtada em um supermercado foi recuperada por policiais do 3º BPM. Em outra ação, militares do 10º BPM intensificaram as rondas depois que três pessoas ameaçaram uma vítima com arma de fogo e tomaram de roubo o seu veículo Onix. O trio foi localizado no bairro Novo Colorado depois da tentatiova de fuga, com troca de tiros com os policiais. B. M. P (19) e E. O. B. C. (22) foram presos e o menor L. F. A. N., (17), apreendido. Com o grupo foram apreendidos dois revólveres calibre 38, com nove munições.

Leia mais:  Comissão Técnica da Seciteci visita ambiente de inovação em Florianópolis

Já no bairro Recanto do Sol, também na capital, militares do 9º BPM receberam informações sobre uma F4000 escondida em uma casa na  região de chácara. Em diligências os policiais localizaram o veículo e ainda uma porção de maconha e duas de pasta-base de cocaína com A.C.P. (41), que já possuí passagens por formação de quadrilha e homicídio.

Em Várzea Grande os policiais militares localizaram um Polo com queixa de roubo e estava abandonado em uma região de mata. Posteriormente, D. L. P. S. (18) e L. S. M. (24), foram detidos sendo localizados através do GPS do celular da vítima que estava em posse da dupla.

Em outra situação C. B. A., (19) e G. F. M., (15) foram conduzidos depois de serem abordados em uma Titan. Na situação, os policiais verificaram que a numeração do motor da motocicleta não era compatível com a placa e o chassi estava adulterado. O condutor, maior de idade, não possuía a carteira de habilitação.

Em Guarantã do Norte, os militares prenderam R. L. (46) quando estava dirigindo uma carreta que havia sido roubada. No roubo, o motorista foi sequestrado e mantido em cárcere privado por dois dias. Com o suspeito também foi encontrada uma caderneta com anotações sobre a comercialização ilegal da carga roubada. Havia uma ocorrência em seu nome no homicídio de um policial federal, em 2015.

Leia mais:  Na Colômbia, MT defende pagamento por serviços ambientais

Já em Água Boa, o trabalho conjunto com militares de Goiás, localizaram uma S10 roubada com queixa de roubo. Na ação os suspeitos fugiram, mas diligencias continuam para identifica-los e prende-los. 

Veículo foi localizado em área de mata em Rondonópolis    Foto: PMMT

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

CGE orienta órgãos sobre julgamento de processos contra servidores e fornecedores

Publicado

Como parte da atribuição de coordenar a atividade de Corregedoria no Governo de Mato Grosso, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) promoveu neste mês capacitação sobre os aspectos que devem ser observados no julgamento dos procedimentos administrativos de responsabilização de servidores e empresas contratadas pelo Estado.

Além das Unidades Setoriais de Correição, desta vez, o treinamento foi direcionado também aos servidores das Assessorias de Gabinetes e Assessorias Jurídicas dos órgãos estaduais. 

O objetivo da capacitação foi aprimorar e dar celeridade aos trâmites posteriores à instrução processual e à elaboração do relatório final pela comissão instituída para conduzir a apuração, de forma a evitar prescrição processual. 

“Precisamos alinhar os procedimentos a serem adotados para dar mais celeridade e eficiência aos resultados dos processos”, salientou a superintendente de Corregedoria de Processos Administrativos da CGE-MT, Nilva Rosa.

Nesse contexto, ela comentou que o arquivamento de um processo por prescrição traz um dano irreparável à administração pública. Por um lado, todo o trabalho da comissão processante, de notificações, interrogatórios, oitivas, coleta de provas etc, acaba ficando em vão, o que infere desperdício de tempo e dinheiro público. Por outro lado, porque gera sensação de impunidade.

Leia mais:  “Estado pode criar melhores condições aos produtores”, afirma governador na abertura da Acricorte

“Uma coisa é o arquivamento de um processo por insuficiência de provas ou por perda do objeto. Outra coisa é o arquivamento por prescrição, pois a administração pública fica sem conseguir dizer se o servidor ou fornecedor foi ou não responsável por determinado ato ilícito.”

Após a comissão designada para apurar o caso concluir o relatório, com a sugestão de providências a serem adotadas (sanção, absolvição ou arquivamento), o processo segue para julgamento a ser proferido pelas autoridades competentes (governador, secretários de estado e dirigentes de entidades), trâmite que envolve as respectivas Assessorias e, por isso, o envolvimento dos profissionais na capacitação.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Projetos de Mato Grosso são apresentados a coordenador da ONU

Publicado

A Casa Civil e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizaram na manhã desta quarta-feira (22.05) um encontro com o coordenador do Sistema das Nações Unidas no Brasil, Niky Fabiancic para apresentar demandas de Mato Grosso.

O secretário adjunto de Relações Políticas da Casa Civil, Carlos Brito, disse que esse primeiro encontro serviu para mostrar todos os projetos que estão sendo desenvolvidos no estado. “Estamos buscando parcerias internacionais para fomentar o desenvolvimento de Mato Grosso”, afirmou ele.

O coordenador do Sistema das Nações Unidas destacou que será uma satisfação ser parceiro do estado. “Viemos conhecer as demandas com o objetivo de iniciarmos uma parceria, pois constatamos que o governo está no caminho certo, dando a devida atenção à ciência, tecnologia, aos direitos humanos, as áreas ambientais, entre outros temas essenciais à população”.

Para o secretário adjunto da Seciteci, Stephano Benevides do Carmo, o trabalho em conjunto com a ONU vai potencializar ainda mais as ações da secretaria. “Com certeza, as nossas atividades relacionadas à educação profissional, à ciência, tecnologia e inovação, assim como o trabalho no Parque Tecnológico têm muito a ganhar. Esperamos que essa parceria ocorra o mais breve possível”.

Leia mais:  Ciopaer recebe três caminhonetes com leilão de aeronave inutilizada

Segundo o coordenador da ONU, a presença ativa das Nações Unidas trará conhecimento, diálogo e ação efetiva. “Mato Grosso pode se beneficiar com as experiências das Nações Unidas, além de ter muito a oferecer ao Brasil e demais países. Vamos apoiar da melhor maneira possível, pois o sucesso do estado é também o nosso sucesso” afirmou.

Também participaram da reunião os secretários adjuntos da Sedec, Walter Valverde, e Celso Paulo Banazeski; da Defesa Civil, César Brum; da Secretaria de Agricultura Familiar, Carlos Alberto Simões, entre outras autoridades  e representantes de entidades públicas.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana