conecte-se conosco

Policial

Dez são presos por embriaguez e 47 são multados por dirigir sob efeito de álcool

Publicado

Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira (28.11) até domingo (1º.12)

Débora Siqueira | Sesp-MT

Durante quatro dias consecutivos da Operação Vida no Trânsito, 10 pessoas foram presas por dirigir embriagadas e 47 foram multadas por estarem no volante sob efeito de álcool. Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira (28.11) até domingo (1º.12).

Também foram removidos 108 veículos, 58 motoristas multados por estar sem licenciamento dos veículos, 31 pessoas foram flagradas dirigindo sem CNH, 12 se recusaram a fazer teste com etilômetro. Outros 7 motoristas foram multados por estarem com a CNH vencida há mais de 30 dias.

A Operação Vida no Trânsito foi realizada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), Semob, Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE), Ciosp, Polícia Rodoviária Federal, em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

A ação teve como objetivo principal entrevistas com motoristas de Cuiabá para pesquisa nacional, encomendada pelo Ministério da Saúde à UFG para avaliar o efeito do Programa Vida no Trânsito (PVT), que estima a prevalência e fatores associados ao beber e dirigir e velocidade excessiva nos condutores de automóveis ou motocicletas.

Leia mais:  Polícia Civil prende traficante conhecido como Barão da Droga em Confresa

O estudo vai avaliar o comportamento dos motoristas nas cidades de Cuiabá, Palmas, Campo Grande, Curitiba, Teresina, Belo Horizonte, Boa Vista, Florianópolis, São Luís, São Paulo, Macapá, Goiânia, Salvador e Vitória.

Pesquisadores da UFG, sob orientação do coordenador, o médico infectologista e pesquisador da UFG, Otaliba Libânio de Morais Neto, ouviram moradores da Capital, que não fossem trabalhadores de aplicativos, taxistas ou mototaxistas. Além de preencher o questionário, os motoristas sopraram o etilômetro para fins acadêmicos e depois, decidia se faria ou não o teste oficial da equipe da Lei Seca.

“Na pesquisa, avaliamos, através das entrevistas e também pelo teste de etilômetro, a dosagem de alcoolemia nos condutores de veículos. O estudo permite avaliar quais os principais fatores associados aos acidentes de trânsitos, e principalmente, com as mortes e feridos graves causados pelos os acidentes de trânsitos. Avaliamos usos detratores, como de aparelho celular e outros aparelhos que o condutor utiliza e que diminui a atenção, o que pode estar relacionado ao acidente de trânsito”, explica.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Fortes, destaca que os resultados da pesquisa serão importantes para ações efetivas para reduzir acidentes e mortes no trânsito. A Sesp continua por meio de parceiros como a PRF, órgãos municipais de trânsito, como a Semob e a Guarda Municipal de Várzea Grande, com as ações da Lei Seca.

Leia mais:  Dois delegados são agraciados com medalha ‘homens do mato’ nos 184 anos da PM

“A gente também destaca a parceria e a integração de todos os órgãos e instituições que atuam na fiscalização, órgãos municipais, estadual e federal, participação ativa de todas as forças de segurança. O objetivo de todos é comum é preservar a vida e garantir a segurança de todos”, afirma.

Lei Seca

Em 2019, foram realizadas 35 operações Lei Seca em Mato Grosso, contemplando os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Campo Novo do Parecis. Foram 161 pessoas presas por dirigir bêbadas, 4.363 testes de alcoolemia foram aplicados, 436 CNHs recolhidas, 367 documentos de veículos recolhidos, 854 veículos removidos, 437 pessoas dirigindo embriagadas e 96 se recusaram a fazer teste de bafômetro.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Duas pessoas são autuadas em flagrante por receptação de produto furtado

Publicado

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá prenderam nesta quinta-feira (05.12) dois suspeitos pelo crime de receptação.

No dia 02 de dezembro, uma vítima procurou a delegacia informando que reconheceu um produto furtado de sua residência, um televisor de 55 polegadas, que estava sendo negociado em um site de compra e venda. Um amigo da vítima se passou por interessado no produto e passou a negociar a compra.

Com base nas informações coletadas, os policiais da Derf foram até o estacionamento de um supermercado na Capital, onde o comprador foi instruído a se dirigir até uma residência no bairro Araés, na Capital, para fechar a aquisição da TV. Os policiais se deslocaram até a casa, onde encontraram A.T.A., 31 anos, e R.S.S. que estavam com a televisão furtada e aguardavam o interessado para finalizar a compra.

Os dois foram presos em flagrante e encaminhados à Derf, onde foram autuados por receptação. O delegado Gustavo Belão arbitrou fiança, que foi paga, e os dois responderão em liberdade pela prática criminosa.

Leia mais:  Equipe Especial interroga esposa de cabo em investigações das interceptações ilegais

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende em flagrante um dos autores de furto a loja da Capital

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) prenderam em flagrante nesta quinta-feira (05.12) um dos autores de um furto ocorrido em uma loja do bairro Santa Helena, na Capital.

Na quarta-feira (04.12), a Polícia Civil recebeu o registro da ocorrência de furto em uma loja ocorrido durante a madrugada, na Rua Tenente Eulálio Guerra. De acordo com a vítima, foram levados do local peças de roupas avaliadas em R$ 40 mil e um aparelho celular. A porta dos fundos da loja também foi danificada.

A Polícia analisou imagens de câmeras da loja e conseguiu identificar um dos autores do furto, que foi preso no bairro Parque Cuiabá. No carro do suspeito foram eocntradas duas das peças furtadas da loja. 

O rapaz foi autuado pelo crime de furto qualificado pelo delegado Gustavo Colognesi Belão e encaminhado para adiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

As investigações continuam para a identificação dos demais autores do furto.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil autua organizadores de baile e cantor por apologia e incitação ao crime
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana