conecte-se conosco


Policial

Dez são presos por embriaguez e 47 são multados por dirigir sob efeito de álcool

Publicado

Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira (28.11) até domingo (1º.12)

Débora Siqueira | Sesp-MT

Durante quatro dias consecutivos da Operação Vida no Trânsito, 10 pessoas foram presas por dirigir embriagadas e 47 foram multadas por estarem no volante sob efeito de álcool. Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira (28.11) até domingo (1º.12).

Também foram removidos 108 veículos, 58 motoristas multados por estar sem licenciamento dos veículos, 31 pessoas foram flagradas dirigindo sem CNH, 12 se recusaram a fazer teste com etilômetro. Outros 7 motoristas foram multados por estarem com a CNH vencida há mais de 30 dias.

A Operação Vida no Trânsito foi realizada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), Semob, Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE), Ciosp, Polícia Rodoviária Federal, em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

A ação teve como objetivo principal entrevistas com motoristas de Cuiabá para pesquisa nacional, encomendada pelo Ministério da Saúde à UFG para avaliar o efeito do Programa Vida no Trânsito (PVT), que estima a prevalência e fatores associados ao beber e dirigir e velocidade excessiva nos condutores de automóveis ou motocicletas.

Leia mais:  Polícia Civil com apoio da Polícia Militar cumpre 4 mandados em São Félix do Araguaia

O estudo vai avaliar o comportamento dos motoristas nas cidades de Cuiabá, Palmas, Campo Grande, Curitiba, Teresina, Belo Horizonte, Boa Vista, Florianópolis, São Luís, São Paulo, Macapá, Goiânia, Salvador e Vitória.

Pesquisadores da UFG, sob orientação do coordenador, o médico infectologista e pesquisador da UFG, Otaliba Libânio de Morais Neto, ouviram moradores da Capital, que não fossem trabalhadores de aplicativos, taxistas ou mototaxistas. Além de preencher o questionário, os motoristas sopraram o etilômetro para fins acadêmicos e depois, decidia se faria ou não o teste oficial da equipe da Lei Seca.

“Na pesquisa, avaliamos, através das entrevistas e também pelo teste de etilômetro, a dosagem de alcoolemia nos condutores de veículos. O estudo permite avaliar quais os principais fatores associados aos acidentes de trânsitos, e principalmente, com as mortes e feridos graves causados pelos os acidentes de trânsitos. Avaliamos usos detratores, como de aparelho celular e outros aparelhos que o condutor utiliza e que diminui a atenção, o que pode estar relacionado ao acidente de trânsito”, explica.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Fortes, destaca que os resultados da pesquisa serão importantes para ações efetivas para reduzir acidentes e mortes no trânsito. A Sesp continua por meio de parceiros como a PRF, órgãos municipais de trânsito, como a Semob e a Guarda Municipal de Várzea Grande, com as ações da Lei Seca.

Leia mais:  Polícia Civil de Sorriso incinera 217 quilos de drogas apreendidas nos últimos seis meses

“A gente também destaca a parceria e a integração de todos os órgãos e instituições que atuam na fiscalização, órgãos municipais, estadual e federal, participação ativa de todas as forças de segurança. O objetivo de todos é comum é preservar a vida e garantir a segurança de todos”, afirma.

Lei Seca

Em 2019, foram realizadas 35 operações Lei Seca em Mato Grosso, contemplando os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Campo Novo do Parecis. Foram 161 pessoas presas por dirigir bêbadas, 4.363 testes de alcoolemia foram aplicados, 436 CNHs recolhidas, 367 documentos de veículos recolhidos, 854 veículos removidos, 437 pessoas dirigindo embriagadas e 96 se recusaram a fazer teste de bafômetro.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil recupera três veículos durante investigações de tráfico de drogas na Capital

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Três veículos produtos de roubo/furto (entre eles, dois com alto valor de mercado) foram recuperados pela Polícia Civil nesta segunda-feira (27.04), durante investigações relacionadas ao tráfico de drogas realizadas pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

A ação resultou na recuperação de uma caminhonete Volkswagen Amarok, um Jeep Compass roubados e um Chevrolet Prisma com restrição de furto, todos os crimes ocorridos na última semana.

As diligências iniciaram após os policiais da DRE receberem denúncias anônimas sobre uma residência no bairro Costa Verde em Várzea Grande, onde estaria armazenada certa quantia de entorpecentes. Segundos informações, a casa havia sido alugada há poucos dias por pessoas suspeitas.

Com base nas denúncias, os policiais realizaram monitoramento do endereço conseguindo visualizar no quintal da casa os três veículos estacionados. Em checagem no sistema, foi possível constatar que os três veículos estavam com restrição de roubo/furto.

Diante da situação, os policiais decidiram entrar na casa, onde foram encontradas as chaves dos três veículos, porém nenhum suspeito foi localizado.  Os veículos, além de outros objetos produto de roubo (documentos, notebook, cortador  de gramas, lanterna)  encontrados na residência, foram levados para DRE para as providencias de praxe.

Leia mais:  Polícia Civil de Sorriso incinera 217 quilos de drogas apreendidas nos últimos seis meses

Roubo e furto dos Veículos

O veículo Prisma foi furtado na sexta-feira (24.04) no pátio do supermercado Assai, em Várzea Grande. A caminhonete Volkswagen Amarok, modelo 2020/20 é produto de roubo com restrição de liberdade, ocorrido no sábado (25), no município de Diamantino.

O veículo Jeep Compass foi roubado no Estado de Minas Gerais, na segunda-feira, 20 de abril, e estava em nome de uma empresa locadora de veículos.

Segundo o delegado da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, as investigações para identificar os autores dos roubos dos veículos serão conduzidas pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) para onde os veículos serão levados.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Foragido da Justiça e condenado a nove anos de prisão é capturado pela Polícia Civil

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais um foragido da Justiça foi recapturado pelas equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), da Polícia Civil. A prisão foi realizada na manhã desta segunda-feira (27.04), após diversas diligências policiais para localizar o foragido.

O rapaz de 23 anos foi localizado em um estabelecimento comercial no bairro Tancredo Neves, na Capital. Investigações da Polinter apuraram que a ele vinha se escondendo há dois anos, em diferentes locais, sem paradeiro fixo ou endereço definido tendo em vista que tinha ciência de que estava com ordem expedida para sua captura. O foragido chegou a ser abordado pela polícia em situações anteriores, mas utiliza dados de identificação do irmão.

Além do mandado em aberto, o rapaz também era foragido do Sistema Penitenciário Estadual, pois há dois anos recebeu progressão de pena do regime fechado para o semiaberto, com medida cautelar de monitoramento eletrônico por tornozeleira. Contudo, ele violou as regras impostas e rompeu o equipamento, passando a figurar como foragido da justiça.

Leia mais:  Polícia Civil com apoio da Polícia Militar cumpre 4 mandados em São Félix do Araguaia

O mandado judicial cumprido nesta segunda-feira é referente a um dos processos em que ele responde e pelo qual foi condenado a nove anos e oito meses de prisão em regime fechado pelos crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa.

O rapaz foi conduzido à sede da Polinter e apresentado a autoridade policial. Após os procedimentos cabíveis, ele foi encaminhado para unidade prisional da região metropolitana de Cuiabá, onde permanecerá a disposição da justiça.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana