conecte-se conosco

Entretenimento

De rojões a cancelamento: O que falta acontecer?

Publicado

Com o que tenho visto recentemente me peguei refletindo sobre o papel das feiras literárias . Sou uma entusiasta e apaixonada por feiras. Já participei de diversas edições, nacionais e internacionais, como convidada e como visitante. Para mim não há lugar melhor para o debate, troca de conhecimento, de cultura e o principal: ouvir o outro lado.

Leia também: FLIP e Euclides da Cunha: Um regionalismo aconchegante

Participação de Miriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul foi cancelada arrow-options
Divulgação/TV Globo

Participação de Miriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul foi cancelada

E justamente ouvir o outro lado, o lado da opinião contrária é que tem revelado um tipo de manifestação perigosa e agressiva, que, dentro desse ambiente tão diversificado como as feiras literárias, se destoa e nos faz nos perguntar: O que está por vir?

Durante a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) um dos convidados do chamado Barco Pirata  foi o jornalista Glenn Greenwald  , que junto com Gregório Duvivier debateriam sobre “os desafios do jornalismo”. Já logo na entrada da cidade foi colocado uma faixa com os dizeres: “Indignação é coisa Nobre! Fora de Paraty Glenn Greenwald!”, o que até então acho válido como protesto.

Leia mais:  O que esperar da Marvel? Confira os filmes e séries que vão estrear em 2020

Mas a situação piorou no decorrer da noite. Um grupo de aproximadamente 30 pessoas se posicionaram do outro lado do rio, soltaram rojões e ligaram um som bem alto para não deixar o Glenn ser ouvido por quem acompanhava o debate. Essa atitude de impedir alguém de falar, e aí não estou questionando quem seja, mas o ato, para mim extrapola não apenas uma questão democrática, mas de educação.

Se você não gosta da pessoa ou não concorda com o que ela pensa é absolutamente um direito seu, mas daí você tentar impedir que ela fale em um evento ao qual ela foi convidada não pode ser considerado uma forma de protesto. Até porque Gleen estava ali para um debate de ideias, que justamente tem como objetivo levantar diversas visões acerca de um tema.

Faixa contra Glenn Greenwald arrow-options
Divulgação/TV Globo

Faixa contra Glenn Greenwald

E se não bastasse isso, agora nos deparamos com a notícia de que a  participação da jornalista e escritora, Miriam Leitão  , na Feira do Livro de Jaraguá do Sul, foi cancelada devido a inúmeras mensagens ameaçando sua integridade física. Chegar ao ponto de uma organização cancelar uma participação é inadmissível.

Leia mais:  Record TV adiou a estreia de Mariana Weickert no “Domingo Espetacular”

Como um lugar tão aberto para receber todo tipo de pensamento se transformou em medo? Não podemos achar isso normal ou aceitável. Feira sempre foi o lugar mais acolhedor que eu já conheci. E não é uma questão de lado político, é de educação. Respeitar o espaço, a voz do outro é fundamental para a manutenção da democracia.

Eu me preocupo muito com o rumo de tudo isso. Como profissional do setor, como leitora e frequentadora, acredito que precisamos falar sobre o que está acontecendo. Estamos vivendo uma era de ódio aflorado, perigoso. Daqui a pouco seremos agredidos pelo livro que estivermos escolhendo nas livrarias  , ou pela mesa que estivermos assistindo nas feiras.

Que a gente consiga aprender a ouvir o contrário e ter discernimento para o debate e troca de ideias. Que as feiras voltem às suas origens da pluralidade cultural e do protesto consciente, que nada tem a ver com a intimidação e falta de educação. Que a gente aprenda a colocar nossa opinião de forma amistosa, sem ameaças, sem imposição. Que as Feiras literárias voltem a ser lugar de sonhos e histórias.

Para pautas e sugestões: colunaquartacapa@gmail.com

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Deputado do PSL acionará Ministério Público por conversa de zoofilia no “BBB 20”

Publicado

source

IstoÉ

O delegado e deputado estadual Bruno Lima (PSL) pretende acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar um suposto caso de apologia à zoofilia no Big Brother Brasil 20, reality show da TV Globo .

Leia também: BBB 20: namorando Mari, “Jonas 22” quer apagar fama de bem dotado

Mari Gonzalez e Felipe Prior arrow-options
Reprodução/Instagram

Mari Gonzalez e Felipe Prior


O assunto surgiu durante uma conversas na piscina entre os participantes Mari Gonzalez e Felipe Prior. A influencer comente que tem gente “que fica excitado mesmo” em ter relações sexuais com animais.

Leia também: Ex-BBB revela que “ficou” com Cauã Reymond e namorou Junior Lima

Em seguida, Felipe comenta que já ouviu casos de zoofilia onde trabalhava. “Os peões lá da obra já falaram que no nordeste mandava pau. O meu funcionário ‘comia’ as cabras tudo. É, ele conta”, disse Felipe. “Mas ele usa camisinha?”, perguntou Mari. Felipe respondeu: “usa nada”.

Leia mais:  Luan Santana é o Bradley Cooper de Paula Fernandes em versão nacional de Shallow

Leia também: A Globo mantém Petrix no BBB 20 depois do público pedir sua saída por assédio

“Após esse triste episódio do ” BBB 20 “, em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal”, escreveu Bruno Lima em suas redes sociais.

“Zoofilia nunca poderá ser tratado como algo normal, é crime! E todo indivíduo que comete tal atitude deve ser preso!”, defendeu o deputado em outra publicação.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Jennifer Aniston e Brad Pitt estão mantendo encontros românticos às escondidas

Publicado

source

Parece que os flertes trocados entre Jennifer Aniston e Brad Pitt durante a temporada de premiações internacionais têm dado muito certo. Tanto que, de acordo com a imprensa internacional, os dois estão mantendo às escondidas encontros românticos.

Leia também: Brad Pitt nega que tenha perfil em site de relacionamento

Brad Pitt Jennifer Aniston arrow-options
Divulgação

Brad Pitt Jennifer Aniston


Segundo o Daily Mirror , Jennifer Aniston e o ex-marido já haviam se encontrado, pelo menos, cinco vezez antes do tão comentado encontro no tapete vermelho na premiação do Sindicato dos Atores. Além disso, o astro teria passado a noite na casa da atriz.

“Eu acho que ela nunca chegou a parar de amá-lo, mesmo que ele tenha partido seu coração quando a trocou pela Angelina Jolie “, disse uma fonte da publicação.

Leia também: Encontro de Brad Pitt e Jennifer Aniston anima cerimônia do SAG Awards

“Foi preciso um longo período para que ela o perdoasse por tudo, mas esse perdão foi necessário para que os dois seguissem com suas vidas”, declarou. Além disso, o Daily Mirror também conversou com um funcionário de Brad Pitt na produtora Plan B. “Ele só fala da Jen. Eles retomaram o romance e estão juntos como não estiveram há anos”, disse.

Leia mais:  Ana Hickmann revive ataque de fã: “Uma pessoa totalmente desequilibrada”

Vale lembrar que Pitt e Jennifer Aniston foram casados nos anos 200 e, em 2005, se divorciaram. Um ano depois, o ator assumiu o relacionamento com Angelina Jolie, mãe de seus seis filhos, e de quem se separou em 2016.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana