conecte-se conosco

Entretenimento

De rojões a cancelamento: O que falta acontecer?

Publicado

Com o que tenho visto recentemente me peguei refletindo sobre o papel das feiras literárias . Sou uma entusiasta e apaixonada por feiras. Já participei de diversas edições, nacionais e internacionais, como convidada e como visitante. Para mim não há lugar melhor para o debate, troca de conhecimento, de cultura e o principal: ouvir o outro lado.

Leia também: FLIP e Euclides da Cunha: Um regionalismo aconchegante

Participação de Miriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul foi cancelada arrow-options
Divulgação/TV Globo

Participação de Miriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul foi cancelada

E justamente ouvir o outro lado, o lado da opinião contrária é que tem revelado um tipo de manifestação perigosa e agressiva, que, dentro desse ambiente tão diversificado como as feiras literárias, se destoa e nos faz nos perguntar: O que está por vir?

Durante a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) um dos convidados do chamado Barco Pirata  foi o jornalista Glenn Greenwald  , que junto com Gregório Duvivier debateriam sobre “os desafios do jornalismo”. Já logo na entrada da cidade foi colocado uma faixa com os dizeres: “Indignação é coisa Nobre! Fora de Paraty Glenn Greenwald!”, o que até então acho válido como protesto.

Leia mais:  Vídeo: Cantora dá tapa em homem após sofrer abuso em show no Maranhão

Mas a situação piorou no decorrer da noite. Um grupo de aproximadamente 30 pessoas se posicionaram do outro lado do rio, soltaram rojões e ligaram um som bem alto para não deixar o Glenn ser ouvido por quem acompanhava o debate. Essa atitude de impedir alguém de falar, e aí não estou questionando quem seja, mas o ato, para mim extrapola não apenas uma questão democrática, mas de educação.

Se você não gosta da pessoa ou não concorda com o que ela pensa é absolutamente um direito seu, mas daí você tentar impedir que ela fale em um evento ao qual ela foi convidada não pode ser considerado uma forma de protesto. Até porque Gleen estava ali para um debate de ideias, que justamente tem como objetivo levantar diversas visões acerca de um tema.

Faixa contra Glenn Greenwald arrow-options
Divulgação/TV Globo

Faixa contra Glenn Greenwald

E se não bastasse isso, agora nos deparamos com a notícia de que a  participação da jornalista e escritora, Miriam Leitão  , na Feira do Livro de Jaraguá do Sul, foi cancelada devido a inúmeras mensagens ameaçando sua integridade física. Chegar ao ponto de uma organização cancelar uma participação é inadmissível.

Leia mais:  Respirando por aparelhos, Agnaldo Timóteo é transferido para São Paulo

Como um lugar tão aberto para receber todo tipo de pensamento se transformou em medo? Não podemos achar isso normal ou aceitável. Feira sempre foi o lugar mais acolhedor que eu já conheci. E não é uma questão de lado político, é de educação. Respeitar o espaço, a voz do outro é fundamental para a manutenção da democracia.

Eu me preocupo muito com o rumo de tudo isso. Como profissional do setor, como leitora e frequentadora, acredito que precisamos falar sobre o que está acontecendo. Estamos vivendo uma era de ódio aflorado, perigoso. Daqui a pouco seremos agredidos pelo livro que estivermos escolhendo nas livrarias  , ou pela mesa que estivermos assistindo nas feiras.

Que a gente consiga aprender a ouvir o contrário e ter discernimento para o debate e troca de ideias. Que as feiras voltem às suas origens da pluralidade cultural e do protesto consciente, que nada tem a ver com a intimidação e falta de educação. Que a gente aprenda a colocar nossa opinião de forma amistosa, sem ameaças, sem imposição. Que as Feiras literárias voltem a ser lugar de sonhos e histórias.

Para pautas e sugestões: colunaquartacapa@gmail.com

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Muito além do BTS: confira as bandas de k-pop mais populares da atualidade

Publicado

source

Nos últimos anos o k-pop se popularizou no território nacional , tornando-se rapidamente um fenômeno cultural. O sucesso é tanto que a onda coreana acabou por impussionar inúmeras bandas e grupos, que saíram do limbo do underground para o luxo do mainstream. Nomes como Blackpink, BTS e Super Junior são bons exemplos. 

Muito além do BTS%2C confira as bandas de k-pop mais populares da atualidade arrow-options
Reprodução

Muito além do BTS, confira as bandas de k-pop mais populares da atualidade

Todavia, qual a banda ou grupo de k-pop mais popular da atualidade? Para responder essa pergunta o iG Gente realizou uma pesquisa minuciosa e, a partir dos dados coletados via pesquisas no Google, elaborou um ranking dos representantes mais expressivos do gênero. De TWICE a BTS , não deixe de conferir a lista.

TXT (Tomorrow x Together)

TXT arrow-options
Divulgação

TXT

No posto de banda coreana mais popular do momento, com aproximadamente 743 milhões de buscas, está TXT. O grupo masculino debutou em março de 2019, com o EP “The Dream Chapter: Star”, e vem dominando as paradas desde então

TWICE

TWICE arrow-options
Divulgação

TWICE

Na segunda posição está o girl group TWICE. Formada inteiramente por meninas, a banda detém aproximadamente 704 milhões de buscas nas ferramentas do Google. O número, além de proporcionar a vice-liderança ao grupo, lhe dá o título de representante feminino mais expressivo do gênero. 

Leia mais:  Anitta usa Instagram para lamentar morte de cachorro: “Só consigo sentir dor”

Wanna One

Wanna One arrow-options
Divulgação

Wanna One

Na terceira posição, com a proximadamente 667 milhões de buscas, está Wanna One. A boy band, em contraste a sua antecessora no ranking, é formada apenas por meninos. Conhecidos pelas músicas Energetic e Burn it Up , eles são um componente em alta no mercado fonográfico atual.

Super Junior

Super Junior arrow-options
Divulgação

Super Junior

Na quarta posição, com aproximadamente 598 milhões de buscas, está Super Junior, o grupo masculino tem tanta penetração no mainstream que, inclusive, já marcou presença no Brasil.

BTS

BTS arrow-options
Divulgação

BTS

Ocupando a quinta posição está o cobiçado BTS. Cheio de filmes, clipes, games e etc, o grupo tornou-se praticamente um ícone da cultura pop atual. Com aproximadamente 585 milhões de buscas, a banda é um dos maiores representantes do gênero.

EXO (Exoplanet)

EXO arrow-options
Divulgação

EXO

Na sexta posição, com aproximadamente 247 milhões de buscas, está EXO. Totalmente formado por meninos, o grupo é um grande expoente do pop coreano no mundo. Lov Shot é uma das canções mais famosas do grupo. 

Leia mais:  Vídeo: Cantora dá tapa em homem após sofrer abuso em show no Maranhão

NCT

NCT arrow-options
Divulgação

NCT

Amargando a sétima posição, com aproximadamente 186 milhões de buscas, está NCT. O grupo é alvo de muita atenção do mercado fonográfico e de muito prestígio dos fãs do gênero, mas ainda não é um representante de peso do pop coreano.

iKON

iKON arrow-options
Divulgação

iKON

Longe de ser um marco cultural, com aproximadamente 167 milhões de buscas, assim como NCT, iKON é uma aposta musical que vem chamando atenção dos admiradores e produtores do gênero. Também formado inteiramente por meninos, a banda é conhecida pela faixa Killing Me .

Red Velvet

Red Velvet arrow-options
Divulgação

Red Velvet

Antes de fechar a lista, as meninas voltam a conquistar espaço. Com aproximadamente 115 milhões de buscas, a banda feminina Red Velvet surge e assume o posto de nona colocada. Ainda sem muita expressão no mercado, a girl group é conhecida pela canção  Power Up .

Blackpink

Blackpink arrow-options
Divulgação

Blackpink

Leia também: Cantor do grupo BTS vira personagem de “Os Simpsons”

Por fim, mas nunca menos importante, para fechar a lista que figurou BTS , TWICE, entre outras está Blackpink . Com aproximadamente 108 milhões de buscas, a banda ocupa um bom lugar no mainstream, que promete ser maior em breve.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Danilo Gentili ironiza Macron ao falar da crise na Amazônia

Publicado

source

A floresta amazônica está em chamas em diferentes pontos do País. Os danos ao patrimônio brasileiro é tão grande que está repercutindo na imprensa internacional. O presidente da França, Emmanuel Macron, se posicionou sobre os incêndios nesta quinta-feira (22) definindo a situação toda como uma “crise”. Em resposta ao correligionário, Danilo Gentili, apresentador do SBT , compartilhou uma post em sua conta do Twitter. 

Leia também: Danilo Gentili “mata” Diguinho e radialista rebate: “Tá fodid*”

Danilo Gentili arrow-options
Divulgação / SBT

Danilo Gentili


Leia também: Rafinha Bastos sobre Danilo Gentili: “Se faz muito de coitado”

“E o Macron que não consegue apagar o fogo que colocam em pneus nas ruas de Paris nos protestos e quer apagar incêndios florestais no país alheio, azideia! (sic.)”, cita a publicação compartilhada por Danilo Gentili no Twitter.

Leia também: Condenado, Danilo Gentili causa polêmica ao posar ao lado de policiais militares

A postagem rendeu comentários humorados e de apoio para Danilo Gentili , apresentador do SBT .

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Leia mais:  Eduardo Costa posta foto beijando Antonia Fontenelle e diz: “Só pegando”
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana