conecte-se conosco


Política MT

Comissão de Agropecuária e Regularização Fundiária limpa a pauta de projetos

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

A Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária da ALMT, aprovou durante a reunião desta terça-feira (12), 11 projetos de leis e 17 processos do Intermat. Na oportunidade o presidente da Comissão, deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, disse que a equipe técnica recebeu três ofícios com respostas referentes a processos envolvendo análises de documentações. Outros seis processos aguardam respostas do Incra sobre à sobreposição de demarcação de terras.

“O Intermat não tem que ser um órgão arrecadador e sim regulador da questão fundiária. Assim o Estado vai ganhar bastante com esse método, por isso que, ultimamente, os processos estão caminhando para soluções rápidas”, explicou Nininho (PSD).

Para o vice-presidente da comissão, deputado Xuxu Dal Molin (PSC), os membros do grupo estão trabalhando para limpar a pauta em todas as reuniões. “Não estamos deixando acumular processos, pois isso prejudica o estado. Todos eles foram analisados e receberam aprovação, outros com pedidos de vista. Mas, o mais importante é não deixar ficar parados os documentos e estamos conseguindo, um exemplo disso, podemos citar a planta frigorífica de Nova Marilândia, que foi credenciada para exportação para a China”, ponderou ele.

Leia mais:  Lúdio Cabral sugere audiências mensais com Sefaz para acompanhar impacto da pandemia nas finanças de Mato Grosso

O deputado destacou também que por intermédio de ações da comissão junto ao governo chinês, o Estado voltará a exportar carne. “Mato Grosso cresceu muito e essa comissão trabalha em prol do desenvolvimento do estado. O que me preocupa é que até agora ninguém sentou entre os Poderes para discutir gestão ou enxugamento de despesa", disse. 

De acordo com Dal Molin, atualmente, Mato Grosso não é mais competitivo como em épocas anteriores. Isso, segundo o deputado, traz preocupação com o futuro da agropecuária, que é considerada 70% da economia mato-grossense.

“A situação me preocupa e estamos observando esse problema. Não podemos atravessar o próximo ano sem colocar o dedo na ferida, principalmente, em gestão pública onde tem que enxugar a máquina e o estado voltar a ser competitivo e dar condições de trabalho para os servidores. Tem que diminuir a conta”, exemplifica o deputado.

Ao final da reunião, o deputado Nininho também reforçou a opinião de Dal Molin, explicando que o momento requer cuidados para o setor agropecuário, "pois o produtor e ocidadão de uma forma geral não aguenta mais taxa ou tributação. O governo está preocupado e prepara um projeto de adesão à reforma tributária nacional. Se nós não tivermos a sensibilidade de votarmos a reforma, o estado vai virar um caos. Somente este ano prevê um déficit de mais de um bilhão e trezentos milhões de reais. Vai ser discutido com a Assembleia e essa proposta, chegando aqui, entendo que vai evitar que medidas mais drásticas sejam tomadas”, concluiu o deputado. 

Leia mais:  Após indicação do Delegado Claudinei, governo faz parceria e hotel abriga profissionais de saúde

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Campanha “Máscara faz bem” incentiva e une a população de MT

Publicado

Foto: DIEGO SAPORSKI

Uma foto postada nas redes sociais (facebook e instagram) do deputado Dr. Eugênio (PSB), no último fim de semana, deu inicio a uma campanha que tem como objetivo incentivar e unir a população de Mato Grosso em prol do uso da máscara no combate à Covid-19.

Intitulada com a hashtag #MASCARAFAZBEM, o parlamentar lançou um desafio: “As rotinas, aos poucos, voltarão ao normal. Precisamos nos proteger. O uso de máscaras é fundamental. Faço aqui um desafio a três amigas para postarem fotos com máscaras: Janaina Riva, Clélia Valadão e Marinalva Silva”, escreveu.

E não demorou muito para que as fotos começassem a aparecer no feed e no story das pessoas desafiadas. “A brincadeira é séria. Queremos mostrar que uma foto pode passar despercebida, mas o que importa é a prevenção, o nosso cuidado”, disse Dr. Eugênio.

O uso de máscaras – A partir do dia 5 de maio, enquanto estiver vigente o decreto de calamidade pública, os estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento em qualquer município de Mato Grosso devem exigir o uso de máscaras faciais dos funcionários, colaboradores e clientes.

Leia mais:  Por Corumbá, estudantes de medicina de MT são repatriados e revelam alívio após dificuldades na Bolívia

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Após indicação do Delegado Claudinei, governo faz parceria e hotel abriga profissionais de saúde

Publicado

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Pelo mundo inteiro, é alto número de infectados pela Covid-19 entre os profissionais de saúde, pois estão na linha de frente e eles não param, ainda que isso represente colocar suas próprias vidas em risco e, até mesmo, de seus familiares. Preocupado com essa situação em Mato Grosso, no início de abril, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou a Indicação nº 1253/20 para que o governo alugue quartos de hotéis para esses profissionais, durante o combate ao coronavírus.  

Na última semana, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, anunciou uma parceria com o Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, para hospedar servidores da saúde infectados pela Covid-19 ou que residam com algum familiar que tenha testado positivo ao vírus.  

“Essa é uma medida muito importante que o Governo adotou, já tínhamos essa preocupação, ainda mais porque o índice de propagação da Covid-19 é muito alto e o que pudermos fazer pelos nossos heróis da saúde, vamos fazer”, afirmou Delegado Claudinei.

Leia mais:  Famílias de baixa renda têm desconto garantido na conta de luz a partir de hoje (27)

O hotel vai disponibilizar 50 apartamentos para servidores contaminados com sintomas leves, que não precisam ser hospitalizados e não tenham como cumprir quarentena por morarem com outras pessoas. Em Mato Grosso, até ontem à noite (26) já tinham sido registrados 10 mortes e 250 casos confirmados pela Covid-19. 

IDOSOS – Outra indicação que o deputado fez ao governo do estado é a nº 1254/20 para o aluguel de quartos de hotéis destinados idosos de baixa renda e que residam em maior concentração de pessoas, durante a pandemia. “As pessoas com mais de 60 anos fazem parte do grupo de risco da Covid-19 e, também solicitamos essa atenção do Governo para adotar alguma medida neste sentido”, concluiu o parlamentar. 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana