conecte-se conosco

Mato Grosso

Colônias de Férias proporcionam diversão e conhecimento para crianças

Publicado

As férias de julho estão mais animadas para as crianças que participam das colônias de férias na Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça ou no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso. Aliando diversão e conhecimento, os dois espaços culturais oferecem atividades lúdicas, gincana, cinema, jogos educativos, teatro de fantoche, oficinas e muita brincadeira nos dias de programação.

Miguel dos Santos Lima, 9 anos, confessou que queria passar as férias jogando videogame. Foi para a biblioteca meio desanimado e por insistência da mãe. Porém, chegando lá, se envolveu nas atividades e terminou gostando. “Está muito legal, curti o filme e a oficina de boneco”.

A mãe, Ivone dos Santos, contou que viu a programação e motivou o filho a participar, na esperança de mostrar a ele outras formas de diversão. “Ele está nessa fase de resistir à leitura, quer ficar jogando no celular. Consegui trazê-lo e valeu muito à pena”.

A colônia de férias na Biblioteca Estevão de Mendonça segue até esta quinta-feira (18.07), das 13h às 16h30, e é gratuita. Com mais de 300 crianças inscritas nos três dias, a organização estima um atendimento de pelo menos 450 pessoas, incluindo os acompanhantes.

Além das atividades pedagógicas (cinema, oficinas de slime – massinha – e criação de boneco, entre outras), o jardim externo foi preenchido com pula-pula, escorregador e piscina de bolinhas, que chamam a atenção de quem passa em frente ao Palácio da Instrução. Em um dos jardins internos, a equipe montou um cantinho com pufes para as descansarem ou lerem. No outro lado, elas podem aproveitar o carrinho de pipoca, algodão doce e cachorro-quente servidos de lanche.

Leia mais:  Mais de 10 mil atendimentos foram realizados na aldeia indígena Halataikwa

“Está sendo muito legal. É a primeira vez que venho e quero aprender a fazer slime. Vou participar todos os dias”, revelou Maria Eduarda, 9 anos.

Pesquisando programação de férias para a filha Isadora, de 7 anos, Jéssica Ferreira Lima levou a menina e candidatou-se como voluntária. Ela destacou que escolheu a biblioteca por acreditar que a colônia neste espaço valoriza a cultura e o conhecimento, além de ser uma atividade gratuita. 

“Os filhos ficam de férias, mas nem sempre os pais conseguem, então decidi ser voluntária para ajudar essas pessoas que não podem vir junto com as crianças e a biblioteca também traz essa segurança para os pais deixarem os filhos”.

Outro espaço com uma programação diferente é o Museu de Arte Sacra de Mato Grosso. O espaço abriu as portas para crianças de 6 a 11 anos em uma programação especial que segue até domingo (21.07). As atividades começaram na quarta-feira (17.07) com visitas guiadas para conhecer o acervo, além de jogos educativos.

Nos outros dias, haverá oficinas (desenho com Carlos Pina e montagem de camiseta com Lua Brandão), modelagem de argila e teatro de fantoche. As crianças também irão participar de um treinamento para serem mediadores mirins, e ao final poderão fazer a condução de uma visita, apresentando o museu para familiares. Ao fim, haverá apresentação de uma peça de teatro de fantoches e será montada uma exposição com os trabalhos desenvolvidos pelos participantes.

Leia mais:  Liberação de R$ 700 milhões em recursos dará folego para os trabalhos de assistência social

Cheia de ansiedade, Ana Luisa Dias, 8 anos, conta que mal dormiu esperando pela colônia de férias no museu. “Estou gostando de tudo, eu não conhecia a história da igreja que foi demolida”, explica, contando sobre a atividade em que aprendeu sobre a catedral de Cuiabá.

Também muito animado com tudo, Rafael Reis, 5, disse que estava empolgado porque adora participar de colônia de férias. “Ano passado fui em uma de fazer comida e slime”. Ele, que inclusive diz já conhecer vários museus, agora escolheu o de Arte Sacra como o preferido. “É o mais legal porque tem colônia”.

A colônia de férias no Museu de Arte Sacra ocorre o dia todo, com duas turmas de idades diferentes. Para o público de 6 a 8 anos, as atividades ocorrem das 8h às 12h. Os maiores, de 9 a 11 anos, participam no período da tarde, das 13h às 17h.

Serviço

Mais informações sobre a colônia de férias podem ser obtidas diretamente na Biblioteca (65) 3613-9240/9230 e no Museu (65) 3056-1373.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governo convida setores para debater, ao vivo, o aumento dos preços

Publicado

O Governo de Mato Grosso realizará um debate público com representantes do comércio, na próxima quinta-feira (30), para esclarecer ao cidadão quem são os responsáveis pelos aumentos abusivos nos preços dos produtos, alta que passou a ser praticada em diversos estabelecimentos neste ano.

O convite foi feito pelo governador Mauro Mendes durante entrevista à Rádio Vila Real, nesta sexta-feira (30). O debate entre os técnicos da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e os membros do setor comercial será feito com a presença da imprensa regional e transmitido ao vivo para todo o Estado, por meio da TV e redes sociais. O horário ainda será definido.

A audiência pública foi proposta em razão de alguns empresários estarem praticando aumentos injustificáveis de preço em produtos essenciais para a população, sob a justificativa de que a alta é necessária porque o Estado teria “aumentado impostos” por meio da lei que passou a vigorar esse ano, que reinstituiu de forma correta os incentivos.

“Na verdade, nós não aumentamos nenhum imposto. O imposto é aquela alíquota sobre os produtos. O que nós fizemos foi cortar alguns privilégios de incentivos fiscais. Eu desafio alguém a mostrar que nós aumentamos a alíquota de imposto. Nós reduzimos incentivos fiscais e reduzimos privilégios”, explicou o governador.

Leia mais:  Restaurante de Primavera do Leste recebe Moção de Aplausos por iniciativa sustentável

Mauro Mendes ressaltou que a redução de privilégios fiscais, além de necessária, é um pedido feito há muito tempo pela população, que está cansada de arcar com alta carga tributária, enquanto poucos usufruem de isenções.

O gestor lembrou que muitos desses benefícios que estavam em vigor até 2019 haviam sido literalmente vendidos pelo ex-governador que geriu o Estado de 2011 a 2014, fatos que foram confessados pelo próprio ex-gestor em delação premiada.

“Vou repetir de novo: incentivos foram vendidos, isso está escrito em processos que estão tramitando na Justiça. Então você, ouvinte, que sabe que eu sou governador, acha que eu vou manter isso? Está em delação que alguns setores compraram incentivo fiscal em Mato Grosso. Pagaram salvo engano R$ 2 milhões. Esses setores querem que esse governo mantenha incentivos fiscais que foram comprados com propina? Isso não vai acontecer”.

“Estamos cortando alguns privilégios e por isso tem povo do comércio chiando. E se estão chiando é porque o Governo está fazendo a coisa certa. Porque o governo quando faz coisa errada, ninguém reclama. Agora nós fazemos a coisa certa”, reforçou.

Leia mais:  Papai Noel da Arena Encantada visita pacientes do Hospital Estadual Santa Casa

Preços abusivos

Ainda na entrevista, o governador desmentiu que a alta dos preços teria relação com a nova lei em vigor no Estado.

Mendes usou o exemplo do etanol, cujo o ICMS é de 25% e com o incentivo fiscal ao setor, somente é cobrado 12,5%, ou seja, a metade. Lembrando que o valor em 2019 era de 10,5% e foi reajustada para 12,5%, a segunda menor do Brasil.

“Álcool em todo o Brasil tem uma alíquota que varia de 12% a 25%. Aqui era 10,5%. Era uma das menores alíquotas do Brasil. Subiu para 12,5%. Subiu 2,5%. Isso daria 6 centavos. Mas o preço na bomba subiu 15%, estão subindo 60 centavos. Na prática, vemos margens de lucro maiores do que é tributada e faltam com a verdade ao dizer que isso é responsabilidade do Governo”, afirmou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Aumento no preço do etanol não tem relação com nova lei sobre incentivos fiscais

Publicado

O aumento no preço de venda do litro do etanol em Mato Grosso, colocado em prática pelos postos de combustíveis, nada tem a ver com a entrada em vigor, a partir da 1º de janeiro deste ano da Lei Complementar 631/19, que reduziu os incentivos fiscais no Estado.

Pesquisas feitas pela Agência Nacional de Petróleo-ANP apontam que, em dezembro de 2019, o preço médio do etanol praticado em Mato Grosso estava em R$ 2,91. Atualmente, o combustível está sendo comercializado em alguns postos por até R$ 3,20.

De acordo com dados da Secretaria de Fazenda, com a LC 631/19, a alíquota do ICMS passou de 10,50 para 12,50%, ou seja, um acréscimo de 2,5%.  

Dessa forma, se o etanol era vendido a R$ 2,91, no mês passado, com a nova porcentagem, deveria ter um acréscimo máximo em torno de, R$ 0,06, custando em torno de R$ 2,97. 

Vale destacar que alíquota do ICMS para o etanol é de 25%. Porém, para garantir que o produto de Mato Grosso possa concorrer com outros mercados, o governo fornece um incentivo de 50%, fixando a alíquota em 12,5%.

Leia mais:  Liberação de R$ 700 milhões em recursos dará folego para os trabalhos de assistência social

Sobre essa questão, o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, reforçou que o reajuste nos preços do etanol não possui relação com a entrada em vigor da Lei complementar 631/19.

“No dia 31 de dezembro com as mudanças nas regras do ICMS, até hoje, 23 de janeiro, o impacto seria de R$ 0,06 na bomba.

Contudo, os postos estão aplicando 20 centavos, acima efetivamente do que está proposto na nova alíquota. Ou seja, temos visto aí na bomba, o etanol sendo cobrado a R$ 3,17. Mas é preciso entender que esta elevação, de R$ 2,91 para R$ 3,17, aplicadas aos preços, são regras de mercado e não tem como o governo discutir, pois isto é livre concorrência. Neste caso, é o consumidor que deve buscar outra alternativa, como forma de pressão”, explicou Rogério Gallo, em entrevista ao programa Chamada Geral, na Rádio Mega FM.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana