conecte-se conosco

Economia

Caoa diz esperar Previdência e recuperação para investir em fábrica no ABC

Publicado


Fábrica da Ford no ABC Paulista
Divulgação/Ford

Caoa diz esperar aprovação da reforma da Previdência e recuperação da economia para investir em fábrica da Ford que será fechada no ABC

O presidente da montadora brasileira Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, deu indício de que pode investir na fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP), que será fechada até o final do ano. Ele afirmou nesta segunda-feira (13), após encontro com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que a situação “está no radar” e é uma possibilidade concreta, mas depende da aprovação da reforma da Previdência e a recuperação da economia brasileira.

Leia também: Discutível, MP da Liberdade Econômica é o primeiro passo para desburocratização

A Ford anunciou, em fevereiro, que fecharia sua fábrica mais antiga no País, no ABC Paulista, em meio a mudanças globais para encerrar a produção de caminhões. Surgiu, então, a busca do governo estadual paulista por um comprador e a expectativa que a Caoa investisse no local. Segundo o presidente da montadora, “É uma possibilidade, nós já estivemos com chineses que estão interessados em fabricar carro conosco lá, existe grande possibilidade de essa indústria da Ford acontecer”. Ele acrescentou ainda que “O que nós queremos é que o governo resolva o problema da Previdência e dessa crise que o Brasil está passando para gente poder ter confiança em fazer o investimento”.

Leia mais:  Dona de Casas Bahia e Ponto Frio deve pagar R$ 4 milhões por humilhar empregados

Segundo Andrade, tudo no Brasil depende da aprovação da nova Previdência . Ele acredita que os investimentos se multiplicariam com o projeto aprovado no Congresso. “Se a Previdência passar nossos investimentos se multiplicarão”, avaliou.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participaria da reunião com Guedes e o presidente da montadora, mas precisou cancelar por conta de compromisso em Nova York, onde passará cinco dias, segundo o governo paulista. No entanto, outro encontro deve ser marcado, contando com a presença do secretário de Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, como representante do estado.

“O João [Doria] tem interesse em que haja mais investimentos em São Paulo, tudo depende de como aconteçam as coisas”, afirmou Andrade. “O que ele tinha que fazer ele já fez para a GM. Claro que se, por acaso, houver investimento na Ford, nós também vamos ser beneficiados”, concluiu.

A GM anunciou, em março, investimento de R$ 10 bilhões em duas de suas fábricas em São Paulo nos próximos cinco anos, evitando o plano inicial de fechar as unidades, o que custaria cerca de 65 mil empregos. A investida ocorreu após o governo estadual lançar plano de incentivo fiscal, com redução das alíquotas de ICMS para novos investimentos que forem feitos por montadoras na região. O benefício vale para investimentos mínimos de R$ 1 bilhão, com o desconto subindo e podendo chegar a 25% quando o montante superar R$ 10 bilhões.

Leia mais:  O mercado realista

Leia também: Trabalhadores da Ford aprovam acordo sobre fechamento de fábrica no ABC; entenda

A possível chegada da Caoa no ABC está relacionada ao possível aumento do ICMS em Goiás por conta da situação do estado, o que poderia afetar as produções e território goiano. Andrade ressaltou, no entanto, que a montadora não cogita “em absoluto” retirar sua fábrica do estado. “Estamos estudando. O governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) está muito empenhado em resolver essa situação. A gente percebe isso quando conversa com ele. Ele vai fazer tudo que puder fazer e tenho certeza que vai haver solução”, disse.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

Padre Fabio de Melo reclama do Bradesco; Itaú, Nubank e outros bancos respondem

Publicado


Padre Fabio de Melo
Reprodução/Instagram

Padre Fabio de Melo criticou serviços do Bradesco no Twitter


Uma reclamação do padre Fabio de Melo em sua conta pessoal no Twitter fez com que diversas instituições financeiras fizessem propaganda de seus serviços para ele. Na tarde desta quarta-feira (23), o padre fez críticas ao Bradesco, o que fez com que outros bancos aproveitassem a deixa para se promoverem no perfil do padre, que conta com  6,5 milhões de seguidores. 

Leia também: Bradesco corta projeção do PIB e diz que Brasil não vai crescer mais que em 2018

“Estou há um mês com um cartão de crédito do @Bradesco bloqueado. Julgaram suspeito o estabelecimento da compra, uma loja de um shopping. Acabo de ser recomendado pela gerente a ter paciência.”, escreveu o padre Fabio de Melo

Leia mais:  CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária do centrão


Apesar da resposta rápida do Bradesco na rede social, que ofereceu ajuda para resolver o problema, bancos como Itaú, Nubank, Santander , Banco do Brasil (BB) e Inter não perderam tempo para oferecer seus serviços ao padre.

“Temos interesse”, respondeu o Itaú , ressaltando alguns de seus serviços. O Nubank , por sua vez, brincou com a situação, fazendo uma espécie de oração: “Padre Fabio cheio de graça, venha conosco, bendita a hora que o antagonista te pediu paciência, e os clientes a nosso favor te orientaram.”

O Banco Inter também brincou com a profissão de Fabio de Melo: “Padre, você já conhece a palavra do Banco Inter ? Aquele que está sentado à direita do Banco Central, de onde há de acabar com as tarifas e anuidade!”, escreveu. “Dê-me a sua graça, padre”, pediu o BB.

Leia também: CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária do centrão

Confira a repercussão:

Leia mais:  Governo busca reduzir 90% das normas de segurança e saúde no trabalho vigentes






Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Em dois anos, preço do gás de cozinha subiu 24%; veja maneiras de economizar

Publicado


Botijões de gás
Pedro Ventura/Agência Brasília

Em dois anos, valor do gás de cozinha subiu 24%


Com os sucessivos aumentos no preço do gás de cozinha — que no período entre 2016 e 2018 acumulou alta de 24% —, cerca de 1/5 das famílias brasileiras passou a cozinhar usando lenha ou carvão.

Leia também: Botijão de gás: entenda aumento e saiba se governo realmente pode baixar o preço

Segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são 14 milhões de brasileiros ou 3 milhões de residências que precisaram abandonar o gás de cozinha nos últimos dois anos.

Veja dicas para economizar no uso:

  • Na hora de comprar um fogão , escolha um com maior nível de eficiência , pois este consegue reter mais calor no interior do forno e, assim, preparar os alimentos mais rapidamente;
  • Mantenha os queimadores sempre limpos. Com frequência, desmonte as bocas e lave-as com uma esponja, água e sabão;
  • Observe se a chama está bem azul. Se estiver amarelada, chame um profissional para fazer a manutenção;
  • Use a maior boca do fogão se utilizar panela grande, pois ela gasta mais gás ;
  • Use panelas adequadas à quantidade de comida. Usar uma frigideira grande, por exemplo, para fritar apenas um ovo, provoca um gasto desnecessário do insumo;
  • Na hora de cozinhar, use tampas nas panelas para evitar a dispersão do calor;
  • Deixe grãos de molho de 8 a 12 horas para cozer mais rapidamente;
  • Cozinhe uma quantidade maior de feijão de uma só vez e depois refrigere;
  • Use papel alumínio em preparações no forno e retire apenas no final, para dourar.  Lembre-se de colocar a parte brilhosa voltada para o alimento, de forma que possa refletir calor;
  • Se possível, faça duas receitas no forno ao mesmo tempo. Se for afetar o sabor, faça as preparações separadas, mas em seguida para aproveitar o calor.
Leia mais:  CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária do centrão

Leia também: Governo prepara plano para reduzir preço do gás de cozinha nos próximos dias

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana