conecte-se conosco

Política Nacional

Bolsonaro questiona críticas a testemunha que mentiu na CPI das Fake News

Publicado

source
Hans River arrow-options
Jane de Araújo/Agência Senado

Hans River durante depoimento à CPI das Fake News

Durante uma transmissão pela internet nesta quinta-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez sobre o depoimento à CPI das Fake News de Hans River do Nascimento , ex-funcionário de uma empresa que fez disparos em massa pelo WhatsApp nas eleições de 2018. O presidente alegou que não fez comentários à imprensa sobre o ocorrido porque sua fala seria distorcida.

“Eu não falei com a imprensa ali fora porque vão distorcer completamente. Vocês viram o cara depondo na CPMI da Fake News, o que ele falou da repórter da Folha? Que vergonha. A Folha foi pra cima do cara.”

Leia também: CPI das Fake News pede convocação de depoente que atacou jornalista

Hans prestou depoimento na última terça-feira. Nas declarações, ele insultou a jornalista Patrícia Campos Mello, da “Folha de S.Paulo”, autora de reportagens sobre os envios de mensagens. Segundo Hans, ela teria sugerido que os dois saíssem em troca de informações para as reportagens. Patrícia desmentiu as acusações publicando trocas de mensagens entre os dois em 2018.

Leia mais:  Deputado que destruiu placa sobre racismo publica ‘nova versão’ da charge

O presidente reclamou da forma como é tratado pela imprensa. “Quando falam de mim, qualquer coisa é verdade. A imprensa tem que vender a verdade, não pode dar opinião. Hoje em dia nem distorcem mais, inventam. Pegaram aqui a avó da minha esposa e arrebentaram com ela. O passado que ela teve esquisito também (risadas). Todo mundo tem alguém na família meio…Principalmente cunhado”, declarou o presidente.

Leia também: Relatora de CPI das Fake News aciona Ministério Público por ataques a repórter

Bolsonaro se referia a reportagens que informaram que, no passado, a avó da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, chegou a ser presa por tráfico de drogas. Na época, Bolsonaro afirmou que a primeira-dama estava “arrasada e abatida” com a publicação da história particular da família de Michelle.

Nesta quinta-feira, o senador Ângelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPI das Fake News, apresentou um novo requerimento para convocar Hans River do Nascimento. Na justificativa da nova convocação, o senador, presidente do colegiado, apontou que uma nova vinda de Hans River é fundamental para esclarecer os fatos.

Leia mais:  Sem citar nomes, Gilmar Mendes critica fala de Eduardo Bolsonaro sobre AI-5

“Como Comissão de Inquérito, a CPMI das Fake News precisa zelar pelas informações prestadas por aqueles que são convocados ou convidados, bem como precisa ter fundamentos consistentes para a elaboração de um relatório final imparcial e sólido. Diante do exposto, acreditamos ser de fundamental importância para os trabalhos desta CPMI ouvir novamente o depoimento do acima nominado”, justificou o presidente da comissão.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Governadores se unem e formam frente de contraposição a Bolsonaro

Publicado

source
Governadores reunidos arrow-options
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Governadores formaram frente contra Bolsonaro

Os governadores dos estados se uniram e criaram uma frente de contraposição ao presidente Jair Bolsonaro . Aliança inédita formada pelos líderes estaduais foi formada após a intensificação dos desentendimentos entre o Planalto e Congresso Nacional.

O grupo, que é composto por João Doria (PSDB-SP) e Wilson Witzel (PSC-RJ), deixou de se ater somente a assuntos tributários de interesse dos estados, como é o caso do IMCS dos combustíveis, e planeja ampliar seu papel institucional.

Leia também: Bolsonaro assina decreto para envio de Forças Armadas ao Ceará

O próximo assunto que deve ser o foco da aliança é a segurança pública, o que chamou a atenção dos governadores por conta do incidente envolvendo o senador Cid Gomes (PDT-CE), que foi baleado nesta quarta-feira (19) quando tentava furar um piquete de policiais militares amotinados.

Fazem parte do grupo 20 governador de todas as unidades da federação e três governadores eleitos pelo PSL ficaram de fora. Oficialmente, o espaço de discussão é chamado de Fórum Nacional de Governadores e os integrantes se reúnem periodicamente para suas discussões.

Leia mais:  Barroso ordena que Marcos Valério troque regime fechado pelo semiaberto

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Bolsonaro e Flávio dizem que já visitaram presídios várias vezes

Publicado

source
Jair e Flávio Bolsonaro um ao lado do outro sorrindo arrow-options
PSL / DIVULGAÇAO

Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro disseram que frequentaram presídios

O presidente Jair Bolsonaro e seu filho Flávio Bolsonaro disseram nesta quinta-feira (20) que já visitaram presídios várias vezes. As declarações foram dadas após as acusações de que o senador se encontrou com o miliciano Adriano da Nóbrega , morto pela Polícia Militar da Bahia no último dia 9. Nenhum dos dois detalhou, no entanto, em que ciscunstâncias eles foram até esses locais.

“Para começar, eu já fui, olha só, bota aí, eu já fui várias vezes no BEP, Batalhão Especial Prisional lá no Rio de Janeiro, eu já fui no presídio da Marinha no passado também, está certo?”, afirmou Bolsonaro ao ser questionado por jornalistas. Após a reposta, ele encerrou a conversa e entrou no carro da Presidência.

Leia também: Bolsonaro assina decreto para envio de Forças Armadas ao Ceará

Já Flávio usou o Twitter para fazer o comentário. O filho do presidente escreveu que visitou “inúmeras vezes o Batalhão Prisional da PM (BEP) para ouvir PMs presos injustamente”. “Vários foram inocentados e voltaram para seus batalhões, trabalhando desmotivados porque foram abandonados pela Corporação quando mais precisavam”, completou o senador.

Leia mais:  “Ameaças não vão nos silenciar”, diz Damares sobre ataque terrorista

De acordo com o vereador e sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Ítalo Ciba (Avante), que esteve na prisão junto com Adriano e dividia cela com ele, as visitas de Flávio teriam ocorrido “mais de uma vez”.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana