conecte-se conosco

Esportes

Atacante Calleri tem contratação vetada por técnico de time espanhol

Publicado

Lance

Atacante Jonathan Calleri jogou no Alaves na temporada passada arrow-options
Twitter Oficial/Reprodução

Atacante Jonathan Calleri jogou no Alavés na temporada passada

Com boas passagens pelo São Paulo e Boca Juniors, o atacante Jonathan Calleri por muito pouco não trocou de time na Espanha. Após defender o Alavés na temporada passada, o argentino foi cobiçado pelo Espanyol , mas a negociação naufragou quando tudo estava praticamente certo.

Leia também: Alan Ruschel desabafa em saída da Chape: “Não dependo da piedade de ninguém”

Durante a janela de transferências,  Calleri foi oferecido ao time da Catalunha, que gostou do que temporada passada e iniciou uma negociação com o staff. Quando o acerto estava encaminhado, o técnico David Gallego entrou na história e vetou a chegada do atleta.

“Eu conversei com a minha diretoria e expliquei que precisávamos de um novo jogador para o ataque. Olhei alguns nomes, mas no momento tudo não passa de especulação. Estou satisfeito com Puado, Campuzano, Wu Lei e Facundo Ferreyra”, declarou na coletiva.

Leia também: Neymar: PSG recusa proposta do Real de R$446 milhões e mais três jogadores

Leia mais:  Árbitra brasileira engana jogador em partida no Equador e vídeo viraliza; veja

Com a ida de Calleri ao Espanyol empacada, resta saber qual será o futuro do jogador. Publicamente, ele já manifestou o desejo de permanecer no Alavés , mas os empresários que cuidam da sua carreira procuram uma nova alternativa no mercado.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Coluna: Uma questão de mercado

Publicado

source

A discussão continua. Semana passada falamos sobre o interesse do Flamengo em receber cota diferenciada para que os jogos dele sejam transmitidos pela TV. A resposta da emissora detentora dos direitos foi de que pagar a mais causaria um desequilíbrio na competição – no caso, o Campeonato Carioca. É um bom argumento, mas um estudo da Pluri Consultoria, divulgado recentemente, mostra que nem sempre existe essa preocupação. E que, na verdade, o interesse do mercado pesa na distribuição de valores.

O estudo abrangeu os oito principais estaduais do país – Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho, Paranaense, Pernambucano, Baiano e Cearense. Ele mostra que estas competições custam, às emissoras detentoras de direitos de transmissão, R$ 379,6 milhões, distribuídos a todas as equipes participantes. E aqui começa o tal desequilíbrio, que se não repercute diretamente nos estaduais, certamente afeta o desempenho das equipes que disputam as principais competições nacionais.

Por exemplo: o Campeonato Paulista custa R$ 176 milhões, contra R$ 2,8 milhões pagos ao Baiano e R$ 1,7 milhão ao Cearense. O que isso significa? Os quatro grandes paulistas recebem, cada um, R$ 26 milhões só pelo Estadual. O Bahia, que está na Série A, R$ 900 mil; Ceará e Fortaleza, R$ 600 mil. Os paulistas ganham 46 vezes mais que os cearenses.

Leia mais:  México e Paraguai empatam no Mundial Sub-17

É evidente que cada Estadual tem um alcance diferente, incluindo aí o mercado publicitário. Mas se pensarmos no tal equilíbrio, as cotas pagas em apenas três meses já criam uma diferença enorme entre equipes que disputam a mesma competição, aliás, a mais importante do calendário – o Brasileirão.

Voltando a falar do Flamengo, a cota proposta ao rubro-negro do Rio era de R$ 18 milhões, a mesma destinada a Fluminense, Vasco e Botafogo. Se pensarmos que o time foi campeão brasileiro e da Copa Libertadores, será que a audiência dos jogos dele não será compatível com a estimada para os clubes paulistas, que vão receber R$ 8 milhões a mais?

Como se vê, é um tema que merece muitas discussões e que não é tão simples de ser explicado. Num país de dimensões continentais, em que torcedores de outras regiões do país torcem, também, por clubes do Sul e do Sudeste, falar em equilíbrio para pagar, quando não há equilíbrio na hora de receber, soa um pouco estranho.

Edição: Marcos Alcântara

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Muriel promete força total contra o Rubro-Negro no clássico Fla-Flu

Publicado

source

Não vai ter moleza para o Flamengo. O Fluminense dificilmente vai poupar jogadores para o clássico desta quarta-feira (29), às 20h30min, no Maracanã. Líder do grupo B da Taça Guanabara, com nove pontos conquistados em três jogos, o Tricolor encara como decisão a partida contra o rubro-negro. Para o Flu, enfrentar o time alternativo do rival não diminui a responsabilidade, e quem garante foco total é o goleiro Muriel.

“Eu já vivi isso em outros lugares. Em se tratando de clássico não tá escrito time A, time B, time C. É Fla-Flu. Nós representamos o Fluminense, um grande time, sempre teremos a responsabilidade de entrar para vencer e se eles estivessem com o time titular não seria diferente, então a gente vai entrar com força total. Sabemos que será um jogo difícil, tanto que o Flamentgo tem feito um bom campeonato até aqui, segue invicto, venceu um clássico, não perdeu e é líder isolado no outro grupo. A gente tem se preparado para fazer um grande jogo, sem pensar nos jogadores deles. Nossa obrigação é entrar sempre para vencer, dar o nosso máximo e honrar as cores do Fluminense”.

Ouça na Rádio Nacional
Leia mais:  Faltando um ano para abertura, Tóquio apresenta medalhas das Olimpíadas de 2020

Muriel vai fazer apenas seu segundo jogo em 2020. Após se recuperar de uma fratura na mão esquerda no final de 2019, ele realizou uma pré-temporada maior. Acabou substituído por Marcos Felipe, de 23 anos, nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro do ano passado e nas duas primeiras partidas do Carioca de 2020. A tendência é que Muriel siga como titular após ter defendido a meta tricolor contra o Bangu, mas se precisar, o goleiro confia no reserva.

“Fiquei muito feliz com o desempenho dele. Já ouvia falar dele há muitos anos, sempre destaque em seleção de base e aqui no Fluminense tinha tido poucas oportunidades. Eu não tinha dúvida que ele ia corresponder bem e tanto no ano passado quanto nesse ano fez bastante a diferença. Ele é muito jovem e suportou um momento de muita dificuldade em 2019 quando estávamos lutando na parte de baixo da tabela, e ele superou com muita personalidade e confiança, o que é importante para um goleiro”.

Apesar de o Flamengo botar um time de garotos em campo, é do Flu a promessa que chama mais atenção no clássico. Miguel, de apenas 16 anos, é até aqui a revelação do Campeonato Carioca e deve ser titular contra o rival. No confronto com o Bangu, o meia foi muito bem, e agora tem a chance de confirmar a empolgação da torcida no primeiro Fla-Flu do ano.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana