conecte-se conosco

Policial

Acusado de matar irmão e sobrinho em Alto Taquari é preso no Piauí 22 anos após o crime

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O autor de um duplo homicídio, ocorrido há 22 anos no município de Alto Taquari (479 km ao Sul), foi preso na manhã desta segunda-feira (12.08), na cidade de Teresina (PI), após informações da Polícia Civil do Mato Grosso, repassadas à Polícia Civil do Piauí.

Com mandado de prisão em aberto, João Dom Bosco Coelho de Oliveira, conhecido como “Bordom”, foi condenado em 2014 a pena de 36 anos de reclusão, pelo duplo homicídio do irmão e sobrinho. A sentença de condenação foi proferida pela Poder Judiciário da Comarca de Alto Taquari.

O crime, motivado por briga de terras (uma fazenda de 300 hectares da família) aconteceu no ano de 1997, tendo como vítimas Valtenir Subtil de Oliveira e Oly Subtil de Oliveira Neto (na época com 14 anos de idade), sendo respectivamente, irmão e sobrinho do acusado.

Conforme apurado nas investigações, João Dom Bosco matou o irmão com um disparo de arma de fogo que atingiu a região do peito, enquanto o sobrinho sofreu traumatismo craniano. Após o duplo homicídio, o autor ainda tentou forjar um incêndio acidental.

Leia mais:  Operação integrada cumpre 23 mandados em Sto Antônio, Barão e Chapada

Durante diligências para levantar o paradeiro do suspeito, realizadas pela Delegacia Regional de Rondonópolis com apoio do Núcleo de Inteligência (NI) da Delegacia de Alto Araguaia, foi possível descobrir o procurado residindo em Teresina (PI).

Segundo apurado, o mesmo havia se casado e formado uma família na cidade do nordeste do país, usando documento falso em nome de “Evaristo Ferreira dos Santos”, o qual tinha identificação registrada em Cuiabá, e é falecido.

Depois de descoberto residindo em Teresina e com identidade falsa, a Polícia Civil de Mato Grosso solicitou apoio da Polícia Civil de Teresina para cumprimento do mandado de prisão.

De posse da ordem judicial, os policiais civis do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa, foram até uma residência no bairro Lourival Parente, município de Teresina (PI), porém João Dom Bosco Coelho de Oliveira não estava na casa. Ato contínuo ele foi surpreendido pela equipe em um supermercado nas proximidades.

Com o mandado cumprido o preso foi conduzido à delegacia de polícia para as providências cabíveis, ficando a disposição da Justiça para recambiamento.

Leia mais:  Polícia Civil realiza duas ações de proteção aos direitos dos idosos

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende receptador que comercializava produtos ilícitos no shopping popular

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem que receptava produtos adquiridos através de falsas vendas em uma loja de pneus e peças automotivas em Várzea Grande foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (17.01), em trabalho realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (DERF-VG).

A prisão do suspeito aconteceu após a equipe de policiais da DERF-VG receber informações de que peças compradas ilegalmente na empresa, através de compras não autorizas pelos clientes cadastrados, estavam sendo entregues a um terceiro que as comercializava no estabelecimento conhecido como “Shopping Popular” na Capital.

Segundo as investigações, um funcionário era o responsável pelas vendas paralelas, utilizando o cadastro dos clientes para simular as compras e repassar o produto para o terceiro, sem que o valor entrasse para a empresa.

Com informação de que a mercadoria seria entregue no shoppingo popular, os policiais da DERF-VG diligenciaram até o local, onde conseguiram realizar a abordagem do suspeito no momento da entrega dos produtos.

O proprietário da banca do shopping popular, responsável pela venda dos produtos foi encaminhado a especializada, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada, o qual não cabe fiança, sendo o suspeito encaminhado para audiência de custódia.

Leia mais:  Autor de furto se passa por vítima e é preso junto a receptadores em Alto Boa Vista

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandados e prende traficantes em Nova Monte Verde

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Seis mandados de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (17.01), com objetivo de combater o tráfico de drogas no município de Nova Monte Verde (968 km ao Norte de Cuiabá). A ação resultou na apreensão de uma arma de fogo, munições e porções de entorpecentes.

Três pessoas (dois homens e uma mulher) localizadas em um dos alvos foram presas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.  Os irmãos, proprietários da residência em que foram encontrados os objetos ilícitos responderão também por posse ilegal de arma de fogo e munições.

A operação tinha o objetivo de dar cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça, com base em investigações realizadas pela Delegacia de Nova Monte Verde, que identificaram pontos de venda de drogas no município.

As investigações foram inciadas pelo delegado Eugênio Rudy Junior (titular da Delegacia de Nova Monte verde à época) e os mandados foram cumpridos na operação coordenda pelo delegado Pablo Carneiro (atual titular).

Leia mais:  Veículos roubados em Pontes e Lacerda são recuperados em Vila Bela

Em buscas em um dos alvos, os policiais conseguiram localizar uma pistola calibre 765, além de porções pequenas de maconha, pasta base e cocaína. Segundo o delegado, Pablo Carneiro, além da droga, também foi apreendido um caderno de anotações com referências ao tráfico de drogas na região.

“Por conta das apreensões realizadas na casa corroboradas com o relatório de investigações feito pela delegacia, foi lavrado o auto de prisão em flagrante dos três suspeitos que estavam no local pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico“, disse o delegado.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana